Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Pato quer Copa, mas deve jogar muito menos que os rivais

Fora do Paulistão, o atacante terá de esperar por Copa do Brasil e Brasileirão

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 22h33 - Publicado em 12 fev 2014, 07h16

Envolvido numa troca que levou o meia Jadson ao Corinthians, o atacante Alexandre Pato está impossibilitado de atuar no Campeonato Paulista por já ter estourado o limite de jogos pelo antigo clube. A ausência nos jogos da competição estadual pode atrapalhar os planos do atleta, que ainda busca garantir uma vaga na Copa do Mundo de 2014. Dois de seus principais rivais na disputa por um lugar no grupo comandado por Luiz Felipe Scolari, Leandro Damião e Jô, podem atuar quase três vezes mais que o jogador do São Paulo até a convocação final para o Mundial, em 7 de maio. Pato deve estrear em seu novo clube apenas no próximo dia 12 de março, quando o São Paulo enfrenta o CSA, em partida válida pela Copa do Brasil. Até a partida em Alagoas, o atacante ficará apenas treinando no elenco comandado pelo técnico Muricy Ramalho. Ele fez seu primeiro treino com os novos companheiros na terça-feira.

Leia também:

Felipão faz mistério sobre últimas vagas e ironiza imprensa

Fernandinho e Rafinha são novidades em lista de Felipão

Seleção deverá enfrentar a Sérvia em 4 de junho, diz a Fifa

Na melhor das hipóteses, o atleta pode disputar sete jogos até Felipão divulgar a lista definitiva de 23 jogadores para Copa do Mundo. Além da Copa do Brasil, Pato também pode atuar no Campeonato Brasileiro, competição em que o São Paulo tem três duelos agendados antes de 7 de maio. Titular do Atlético-MG e um dos campeões da Copa das Confederações em 2013, Jô é o atleta mais cotado para ser reserva de Fred no Mundial. O centroavante pode disputar 20 partidas até a convocação para a Copa. Outro concorrente direto, Leandro Damião, tem possibilidade de participar de dezenove confrontos pelo Santos para convencer Felipão a convocá-lo. Em 2014, Alexandre Pato disputou cinco partidas (133 minutos) pelo Corinthians, sendo apenas uma como titular. Não marcou nenhum gol. Enquanto isso, Jô já foi às redes – inclusive dando a vitória ao Atlético-MG na estreia na Libertadores, na terça.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade