CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Para salvar a temporada, Barça encara Real na decisão

Cristiano Ronaldo é o grande desfalque da final da Copa do Rei em Valência

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 20h28 - Publicado em 16 abr 2014, 09h07

Atrás do Atlético de Madri na briga pelo Campeonato Espanhol, Barcelona e Real Madrid tentam garantir, nesta quarta-feira, o título de ao menos um campeonato nacional na temporada. Os históricos rivais fazem às 16h30 (de Brasília), no estádio Mestalla, o único jogo da final da Copa do Rei. O Barcelona entra mais pressionado do que o rival, pois vem de duas derrotas seguidas e já está eliminado da Liga dos Campeões da Europa. O time da capital não contará com Cristiano Ronaldo: o melhor jogador do mundo segue se recuperando de uma lesão muscular na coxa esquerda e foi descartado pelo técnico Carlo Ancelotti. O Barça também tem desfalques importantes, mas confia no ataque formado por Alexis Sánchez, Messi e Neymar.

Leia também:

Como a briga Real x Barça pode destronar Espanha

Granada vence e complica vida do Barça no Espanhol

Real x Barça: Cristiano acusa complô e Xavi rebate o rival

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Em clássico memorável, Barça bate o Real em Madri: 4 a 3

Dez clássicos inesquecíveis entre Real Madrid e Barcelona

Para o lugar de Cristiano Ronaldo, será relacionado o atacante brasileiro Willian José. “Faz falta, mas, como disse o Iker (Casillas), temos muitos jogadores e confiamos nesta equipe, que sempre reage bem aos desfalques. Perderemos um jogador com qualidade incrível, mas quem sabe sua ausência motive mais a todos. Fomos bem nas partidas que jogamos sem ele, correndo mais e atuando mais em conjunto”, afirmou Ancelotti. Por sua vez, o Barcelona terá problemas opostos aos do Real. O técnico Gerardo Martino encontra dificuldades para armar a defesa, já que Piqué é ausência certa e o jovem Bartra ainda é dúvida. O capitão Puyol luta para se recuperar a tempo e pode aparecer no gramado do Mestalla.

“Tenho grande consideração por Puyol nos aspectos futebolístico e humano. Será um grande reforço se jogar, tanto para a equipe quanto para seus companheiros individualmente”, disse Martino. Criticado pela imprensa local e por torcedores do Barcelona, o treinador argentino não acredita que a conquista do título apagará outros insucessos da temporada – como a eliminação na Liga dos Campeões e as derrotas para times pequenos no Campeonato Espanhol. “É importante por ser a Copa do Rei. Não temos que buscar soluções de coisas que não fizemos em outra competição. O que passou, passou, e seguimos sofrendo”, afirmou Martino.

Esta será a sexta final da competição disputada entre os times. Apesar de ter menos títulos (18), o Real Madrid leva vantagem no confronto direto contra o Barça (o maior campeão, com 26 conquistas). Na última decisão, o Real levou a melhor, no mesmo estádio, com um gol de Cristiano Ronaldo na prorrogação, após empate em 0 a 0 no tempo normal.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade