Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Para Júlio César, seleção fará ‘algo lindo’ na Copa de 2014

Titular da equipe de Felipão aposta que Brasil vai superar falta de entrosamento

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 15h34 - Publicado em 9 abr 2013, 09h28

“Quero continuar no Campeonato Inglês, quero vencer a Copa das Confederações e quero vencer a Copa do Mundo de 2014. Parece pouco?”

O goleiro Júlio César, do Queens Park Rangers, acredita que a seleção brasileira fará “algo lindo” na Copa do Mundo de 2014, mesmo com as dificuldades que tem enfrentado nos preparativos para o torneio (como a entrada de jovens jogadores no grupo e a falta de entrosamento pela ausência da equipe nas Eliminatórias da América do Sul). “Disputar a copa em casa é uma responsabilidade de todos”, afirmou o atleta, titular de Luiz Felipe Scolari, em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal La Gazzeta dello Sport, da Itália, onde Júlio morou durante muito tempo (antes de se transferir para o futebol inglês, o jogador revelado pelo Flamengo vestiu a camisa do Inter de Milão durante sete temporadas).

Leia também:

‘Nunca desisti de jogar pelo Brasil’, diz goleiro Júlio César

Júlio César pode voltar à Itália. Milan prepara proposta

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Questionado sobre os atrasos nas obras dos estádios do Mundial, o goleiro se disse confiante na conclusão dos trabalhos a tempo do evento e elogiou o atual momento do futebol brasileiro – que, na avaliação dele, melhorou muito nos últimos anos. “O fato de muitos talentos estarem voltando ao Brasil comprova essa situação. O mesmo vale para os jovens jogadores, como Neymar, que já não precisa jogar na Europa para se transformar em uma celebridade.” Júlio também comentou a eliminação do Brasil na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Segundo ele, a derrota da seleção para a Holanda, em Port Elizabeth, foi uma “desilusão atroz” e o pior revés de toda a sua carreira.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

“Nossa equipe havia conquistado a Copa das Confederações em 2009 e a Copa América em 2007. Por isso, nos sentíamos preparados para alcançar algo importante. Com aqueles dois gols do Sneijder, o mundo caiu em cima de mim”, contou o jogador. Ao comentar seu futuro, o goleiro de 33 anos garantiu ter ideias “claras” a respeito do que pretende fazer daqui em diante. “Quero continuar no Campeonato Inglês, quero vencer a Copa das Confederações e quero vencer a Copa do Mundo de 2014. Parece pouco?”, brincou. Recentemente, a imprensa italiana noticiou que Júlio seria um dos objetivos do Milan – arquirrival da Inter em Milão – para a próxima temporada. O possível rebaixamento do Queens Park Rangers na Inglaterra pode aumentar a chance de uma transferência.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade