CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Obina elogia concorrência e acha possível formar dupla com Barcos

A diretoria do Palmeiras negociou por mais de seis meses para concretizar a contratação do atacante Obina, mas o reforço não tem vaga garantida na equipe do técnico Luiz Felipe Scolari. Apontado como concorrente do argentino Hernán Barcos, o novo jogador do Verdão acha possível atuar ao lado do Pirata. ‘Acho que dá, porque jogo […]

Por Da Redação 18 jul 2012, 07h03

A diretoria do Palmeiras negociou por mais de seis meses para concretizar a contratação do atacante Obina, mas o reforço não tem vaga garantida na equipe do técnico Luiz Felipe Scolari. Apontado como concorrente do argentino Hernán Barcos, o novo jogador do Verdão acha possível atuar ao lado do Pirata.

‘Acho que dá, porque jogo com quem o professor colocar do meu lado. É possível nos ajudarmos e, na posição que o treinador escolher, estarei apto para lutar para o Palmeiras conseguir ótimos resultados’, afirmou.

Durante sua entrevista, Obina ainda citou Betinho como concorrente, sem se esquecer de Maikon Leite, Luan e Mazinho. Emprestado apenas até o fim do ano pelo Shandong Luneng ao Palmeiras, o reforço sabe que terá trabalho para se firmar na equipe.’São muitos jogadores de qualidade, mas chego com o pensamento de ajudar e respeitar os colegas de ataque. Claro que preciso conseguir a vaga em campo, tentando treinar ao máximo, mas vai ser uma opção do treinador’, acrescentou.

Dono de uma posição no sistema ofensivo, o argentino Hernán Barcos elogiou a contratação do reforço e não se mostrou preocupado com o aumento da concorrência.

‘Quanto mais reforços tivermos, melhor. Não importa se joga na minha posição, pois temos um longo Campeonato Brasileiro pela frente e a Sul-Americana, que são duas competições muito difíceis e precisamos de elenco. Sei que o Obina teve uma passagem positiva pelo clube, e a torcida gosta dele. Já foi muito bem recebido por todos nós e tenho certeza de que vai nos ajudar muito’, afirmou o Pirata, ao site oficial do clube.

Quando chegou ao Palmeiras, no início deste ano, Barcos estipulou a meta de marcar 27 gols na temporada. Até agora, o atleta balançou as redes 14 vezes. Já Obina preferiu não prometer um número de gols até o término de seu empréstimo, em dezembro.

‘Não sou muito de colocar meta. Quanto mais chances eu tiver, tenho de aproveitar. Precisamos sempre de ambição para fazer’, encerrou o reforço.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês