CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Novo Maracanã terá vidro para separar torcidas rivais

Comitê da Fifa visitou obras do estádio, que devem ser concluídas em fevereiro

Por Pâmela Oliveira, do Rio de Janeiro Atualizado em 8 out 2021, 11h08 - Publicado em 6 set 2012, 14h43

Enquanto ainda ganha a nova forma para receber a Copa das Confederações de 2013, a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, o novo Maracanã já começa a receber adaptações para ajudar a combater um problema crescente no Rio de Janeiro: a briga entre torcidas organizadas. Em visita às obras do estádio nesta quinta-feira, uma comissão formada por representantes da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) do Mundial destacaram que a preocupação com segurança deve ser prioridade – antes e depois dos grandes eventos.

Ao lado do diretor-executivo de Operações e Competições do COL, Ricardo Trade, o vice-governador Luiz Fernando Pezão anunciou que o Maracanã terá um bloqueio para separar torcedores rivais – o que não estava previsto no projeto original do novo estádio, que tem inauguração prevista para fevereiro do próximo ano. “Após a Copa, será instalado um vidro de alta resistência para dividir as torcidas”, explica Icaro Moreno, presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop).

“Além disso, o estádio conta com um verdadeiro ‘Big Brother’, com 360 câmeras espalhadas. Isso inibe as pessoas de cometerem atos de vandalismo”, completou Moreno, enquanto acompanhava a visita do comitê da Fifa, que se reuniu também para discutir estratégias de funcionamento do estádio, como o fluxo de entrada e saída de atletas e torcedores, segurança, estrutura para transmissão de TV e credenciamento.

“Essas pessoas que estão aqui são os responsáveis por planejar detalhes operacionais. Elas estão aqui para se familiarizar com o estádio, conhecer os caminhos, ver onde os jogadores vão descer dos ônibus, por onde vão se deslocar até o vestiário e até o campo, por exemplo”, detalhou o diretor do escritório da Fifa no Brasil, Fúlvio Danilas, durante coletiva de imprensa.

Reforma – De acordo com Pezão, a obra do Maracanã, que terá capacidade para aproximadamente 79.000 pessoas, está 66% finalizada. “Até setembro, teremos concluído 70% da obra. Vamos começar a instalação da cobertura (da arquibancada) nos próximos dias. Em novembro, estará concluída”, garantiu o vice-governador, acrescentando que o cronograma está adiantado em 16 dias.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Confira, no vídeo abaixo, um esboço de como deve ficar o novo Maracanã:

LEIA TAMBÉM:

O novo Maracanã começa a ganhar forma

Polícia do Rio cria núcleo para conter torcidas organizadas

As lições (e os alertas) do novo Wembley para o Maracanã

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês