CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Ninguém começa Olimpíada como campeão, alerta Mano

A presença de estrelas do futebol mundial como Neymar, Thiago Silva, Marcelo e Hulk credencia o Brasil ao posto de favorito a uma medalha no futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Londres. Mas Mano Menezes prefere afastar o clima de euforia da concentração e exige humildade do grupo para a competição. A Seleção Brasileira inicia […]

Por Da Redação 21 jul 2012, 05h03

A presença de estrelas do futebol mundial como Neymar, Thiago Silva, Marcelo e Hulk credencia o Brasil ao posto de favorito a uma medalha no futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Londres. Mas Mano Menezes prefere afastar o clima de euforia da concentração e exige humildade do grupo para a competição.

A Seleção Brasileira inicia a etapa de grupos da Olimpíada na quinta-feira contra o Egito. Depois, busca a classificação diante de Bielorrússia e Nova Zelândia. Nem mesmo o grupo considerado, na teoria, fácil tira Mano Menezes de sua postura cautelosa.

‘Ninguém começa essa competição como campeão, quem pensa que começa assim está perto de cometer equívocos e pode pagar caro’, avisou o treinador, depois da vitória brasileira nesta sexta-feira no amistoso contra a Grã-Bretanha.

A geração de Neymar também é pressionada para acabar com o jejum brasileiro pela conquista do ouro na Olimpíada. O melhor resultado do País foi a medalha de prata, em duas oportunidades consecutivas (1984 e 1988).

‘Essa equipe não tem a ver com medalhas que não foram conquistadas anteriormente, tem a oportunidade de conquistar o ouro agora. É um grupo de qualidade, pode jogar um futebol capaz de colocar o time em um momento final. Mas você não conquista antes do começo ou na fase de grupos, precisa se credenciar para isso’, reforçou Mano Menezes.

Ao técnico da Seleção Brasileira, a Olimpíada também é um momento decisivo rumo ao trabalho na Copa do Mundo de 2014. Mano Menezes quer apagar o resultado negativo da equipe na Copa América do ano passado. Na ocasião, o País pentacampeão mundial acabou eliminado nas quartas de final diante do Paraguai, nos pênaltis.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês