ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

NFL: Patriots e Seahawks vencem e decidem o Super Bowl

Time de Tom Brady, o marido de Gisele Bündchen, passou fácil pelos Colts. Já os atuais campeões eliminaram os Packers de forma dramática

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 22h52 - Publicado em 19 jan 2015, 09h26

New England Patriots e Seattle Seahawks vão disputar a edição de número 49 do Super Bowl, a final da NFL, a principal liga de futebol americano, em 1º de fevereiro no Estádio da Universidade de Phoenix, em Glendale, no Arizona. Campeão da Conferência Nacional, o Seahawks luta pelo bicampeonato. Já os Patriots, do astro Tom Brady, o marido de Gisele Bündchen, tentam acabar com um pequeno tabu, pois perderam as últimas duas vezes em que estiveram no Super Bowl, em 2008 e 2012.

Neste domigo, o New England Patriots não teve dificuldades para derrotar o Indianapolis Colts, no Estádio de Foxborough, e se sagrar campeão da Conferência Americana com o triunfo por 45 a 7. Tom Brady foi novamente o destaque e quebrou dois recordes da liga. Com as 226 jardas e três passes para touchdowns, o quarterback do Patriots tornou-se o líder nas duas categorias na história dos playoffs, ultrapassando duas lendas do esporte, Peyton Manning e Joe Montana, respectivamente.

Leia também:

Atriz de ‘Frozen’ vai cantar hino americano no Super Bowl

Gisele Bündchen postou uma foto dos filhos torcendo pelo pai Tom Brady
Gisele Bündchen postou uma foto dos filhos torcendo pelo pai Tom Brady VEJA

O marido de Gisele Bündchen também é o quarterback com mais vitórias na fase final do torneio e é o jogador de sua posição que mais vezes chegou ao Super Bowl, seis vezes. Antes da partida, Gisele Bündchen postou fotos dos filhos com a camisa do pai e mandou mensagens de apoio ao marido.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O running back LeGarrette Blount, contratado no fim da temporada regular após ser dispensado pelo Pittsburgh Steelers, também se destacou, com 148 jardas e três touchdowns.

Virada – Se os Patriots chegaram ao SuperBowl de forma tranquila, o Seattle Seahawks avançou a mais uma decisão de forma absolutamente dramática. Depois de estar perdendo por 16 a 0 para o Green Bay Packers, no CenturyLink Field, o time se recuperou e chegou à vitória por 28 a 22. A franquia de Wisconsin esteve muito perto da vitória: faltando cinco minutos para acabar a partida, os Packers lideravam o marcador por 19 a 7.

A situação do Seattle era tão desfavorável que parte de sua torcida já estava deixando o estádio, quando o quarterback Russel Wilson, que vinha tendo uma péssima atuação, conseguiu marcar um touchdown e iniciou a reação dos mandantes. Em seguida, a equipe recuperou uma bola e conseguiu um novo touchdown, agora de Marshwan Linch. Com 25 segundos para acabar o confronto, Mason Crosby ainda converteu um field goal de 48 jardas e levou a decisão para a prorrogação.

No tempo extra, Russel Wilson acertou um passe de 35 jardas para Jermaine Kearse e manteve vivo o sonho do bicampeonato da NFL. Aliviado e bastante emocionado, o quarterbak agradeceu os companheiros.” Sofri quatro interceptações e continuamos jogando. Esse caras continuaram confiando em mim”, desabafou Wilson, que somou 209 jardas, um touchdown lançado, outro corrido e quatro interceptações.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade