ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Neymar diz que vaia é normal

Neymar vê as vaias da torcida inglesa como algo normal, e entende este tipo de reação, revelou o craque do Santos após a vitória do Brasil sobre Honduras, por 3 a 2, neste sábado, no torneio de futebol dos Jogos de Londres. Autor de um gol de pênalti e do passe para o segundo gol […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 18h26 - Publicado em 4 ago 2012, 18h35

Neymar vê as vaias da torcida inglesa como algo normal, e entende este tipo de reação, revelou o craque do Santos após a vitória do Brasil sobre Honduras, por 3 a 2, neste sábado, no torneio de futebol dos Jogos de Londres.

Autor de um gol de pênalti e do passe para o segundo gol de Leandro Damião, o jogador santista estimou que “é normal que os torcedores de outros países apoiem quem joga contra o Brasil”. “Simplesmente temos que ignorar” as vaias.

A estrela da seleção tem sido alvo constante de vaias da torcida inglesa, especialmente quando cai nas jogas mais ríspidas. Neste sábado, o torcedores em Newcastle gritaram que Neymar simulou a falta que provocou a expulsão do hondurenho Wilmer Crisanto.

“Estamos contentes com a vitória. Ouvimos o barulho da torcida, mas não nos importamos com isto, fizemos nosso jogo”.

Neymar disse que “a missão foi cumprida” neste sábado “porque viemos para ganhar a partida”. “A marcação de Honduras foi difícil, mas estou acostumado a este tipo de marcação”.

O lateral Marcelo destacou que a vitória de hoje “deixa uma boa sensação, de que estamos mais próximos do nosso objetivo principal, que é a medalha de ouro”.

O outro lateral, Rafael, lembrou que o Brasil “começou bem, tomou um gol, mas conseguiu se recuperar”.

Para o zagueiro e capitão Thiago Silva “não é fácil ganhar uma medalha de ouro olímpica”. “Se fosse fácil, então o Brasil já teria ganho algumas antes de Londres, mas não foi o caso”.

“Estamos melhorando, mas ainda é preciso corrigir alguns erros, como o de hoje no primeiro gol de Honduras. Estes erros não podem voltar a ocorrer”.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade