CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Náutico e Atlético-MG ficam no zero e seguem na pior

Náutico e Atlético-MG não conseguiram sair do 0 a 0, neste sábado à noite, na Arena Pernambuco, em Recife, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado é ruim para os dois lados, já que o time da casa segue estacionado na lanterna da tabela, com oito pontos, enquanto a equipe de Belo Horizonte fica […]

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 04h44 - Publicado em 10 ago 2013, 21h58

Náutico e Atlético-MG não conseguiram sair do 0 a 0, neste sábado à noite, na Arena Pernambuco, em Recife, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado é ruim para os dois lados, já que o time da casa segue estacionado na lanterna da tabela, com oito pontos, enquanto a equipe de Belo Horizonte fica no 16º lugar, agora com 12 pontos.

LEIA TAMBÉM:

Botafogo cede empate ao Goiás, e pode perder a liderança

Em último lugar, o Náutico precisava buscar a vitória e tentou aproveitar os contra-ataques. Chegou a criar algumas boas chances de gol e teve como grande trunfo o goleiro Ricardo Berna, que não falhou em nenhuma das vezes em que foi ameaçado pelo adversário.

SÉRIE B: Palmeiras vira no segundo tempo e vence o Paraná

O Atlético também pressionou, embora a partida, equilibrada, tenha sido bastante caracterizada pela marcação no meio de campo pelas duas equipes. A maior pressão do time mineiro ocorreu no segundo tempo, tendo Ronaldinho Gaúcho como protagonista. Aos 35 minutos, o meia-atacante bateu falta no ângulo esquerdo e Ricardo Berna evitou o gol com a ponta dos dedos. Aos 40, o astro chutou de primeira aproveitando sobra de João Felipe e a bola passou perto do canto esquerdo.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ricardo Berna também impediu o gol em outras jogadas perigosas do Atlético também aos 15, 18 e 25 minutos do primeiro tempo. E aos 44, Ronaldinho Gaúcho recebeu na entrada da área, fez o giro e bateu de pé esquerdo, certeiro para o gol, mas o goleiro mergulhou no canto direito e fez a defesa.

No primeiro tempo, o Náutico criou pelo menos duas boas chances. Logo no primeiro minuto, Maikon Leite chutou na trave depois de receber bola do meio de campo e driblar o goleiro atleticano. Aos 34 minutos, Maikon Leite serviu Tiago Real pelo lado direito. O atacante passou por Victor, mas bateu na rede pelo lado de fora.

No início do segundo tempo, o alvirrubro novamente ameaçou com uma jogada iniciada por Auremir. Ele cruzouna área para Olivera, que cabeceou para baixo, encontrando a defesa segura de Victor.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

MELHOR
OFERTA

Digital no App