ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Minas obriga Fifa a reimprimir ingressos de semifinal

Uma Ação Civil Pública da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais obriga a Fifa a reimprimir ingressos roubados ou furtados. A decisão vale para a semifinal da Copa do Mundo entre Brasil e Alemanha, nesta terça-feira, no Mineirão. A ação, divulgada nesta sexta, dá direito ao torcedor que teve ingresso furtado, roubado ou danificado, […]

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 14h48 - Publicado em 5 jul 2014, 15h00

Uma Ação Civil Pública da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais obriga a Fifa a reimprimir ingressos roubados ou furtados. A decisão vale para a semifinal da Copa do Mundo entre Brasil e Alemanha, nesta terça-feira, no Mineirão. A ação, divulgada nesta sexta, dá direito ao torcedor que teve ingresso furtado, roubado ou danificado, de receber novo bilhete reimpresso ou a ter entrada autorizada desde que ele tenha mãos o boletim de ocorrência e documentos pessoais.

Leia também:

Torcedores reclamam de ingressos roubados no Castelão

Filho de vice-presidente da Fifa vendeu ingressos da Copa

Ainda segundo a ação, ajuizada pela 31ª Vara Civil da comarca de Belo Horizonte, a Fifa será multada em 10.000 reais por ingresso não reimpresso. Além disso, a entidade é obrigada a retirar do estádio cartazes dizendo que os bilhetes não serão reimpressos.

Desde a partida entre Argentina e Irã, a terceira no Mineirão, a Fifa não está reimprimindo a entrada mesmo mediante o boletim de ocorrência. Na ocasião, a central de tíquetes do estádio explicou que queria evitar que torcedores simulassem perdas de ingressos para ganhar outra entrada.

O roubo de ingressos não ocorre só no Mineirão. Nesta sexta-feira, cerca de 200 torcedores foram roubados no Castelão, em Fortaleza, antes do jogo Brasil x Colômbia. Nenhum deles, no entanto, conseguiu entrar no estádio para assistir a partida.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade