CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Messi estrela a maior campanha da Uefa contra o racismo

Rodada da Liga dos Campeões terá ações contra discriminação nos estádios

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 02h48 - Publicado em 9 out 2013, 11h59

A Uefa lançou nesta quarta-feira a sua nova campanha contra o racismo no futebol. A ação envolve grandes jogadores do presente e do passado, como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Johan Cruyff. No vídeo oficial, o francês Franck Ribèry e o alemão Prince Boateng também aparecem dizendo não ao racismo. Messi foi escolhido para abrir e encerrar o anúncio. As próximas partidas da Liga dos Campeões e da Liga Europa, entre os dias 22 e 24 de outubro, serão marcadas pela promoção da campanha nos estádios do continente. De acordo com a Uefa, essa será a maior campanha de sua história.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

“A Uefa e suas federações filiadas compartilham um desejo inabalável de enfrentar todas as formas de discriminação no nosso esporte e de ajudar a acabar com esse tipo de comportamento em toda a Europa”, disse o presidente da Uefa, Michel Platini. Nos jogos envolvidos na campanha, as mensagens contra o racismo estarão nas braçadeiras dos capitães das equipes, nos arredores do estádio e nos vídeos exibidos nos telões antes de cada partida. Em maio, o Congresso da Uefa aprovou uma medida que determina um reforço no combate às manifestações racistas nos estádios europeus.

https://youtube.com/watch?v=ygjBoW19N4c%3Frel%3D0

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade