CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

McLaren aposta em atualizações para voltar a brigar na ponta

As esperanças da equipe da McLaren de voltar a brigar pelas primeiras colocações da Fórmula 1 no Grande Prêmio da Alemanha estão todas depositadas nas atualizações do carro. O time apresentou novidades do bólido em Silverstone, mas ainda ficou longe do ritmo dos ponteiros, e preparara um pacote maior de melhorias para a prova em […]

Por Da Redação 19 jul 2012, 11h53

As esperanças da equipe da McLaren de voltar a brigar pelas primeiras colocações da Fórmula 1 no Grande Prêmio da Alemanha estão todas depositadas nas atualizações do carro. O time apresentou novidades do bólido em Silverstone, mas ainda ficou longe do ritmo dos ponteiros, e preparara um pacote maior de melhorias para a prova em Hockenheim, neste domingo.

Depois da vitória de Lewis Hamilton no Grande Prêmio do Canadá, os pilotos da McLaren decepcionaram nos GPs da Europa e da Inglaterra e se afastaram da briga pelo título da temporada. No Mundial de Construtores, a escuderia inglesa caiu para a quarta colocação.

‘A Fórmula 1 muda muito rapidamente e sua sorte pode variar de ser muito rápido no Canadá para duas corridas decepcionantes na sequência’, disse o chefe do time, Martin Whitmarsh. ‘Acho que foram corridas incomuns, mas nossa confiança está em sempre desenvolver o carro, temos bastantes componentes novos e alguns bem notáveis no carro que teremos na Alemanha’, completou.

Um dos principais desafios da McLaren para colocar seus pilotos novamente na briga pelas primeiras posições nas corridas de F-1, no entanto, passa pelo uso correto dos pneus durante o fim de semana. A equipe britânica é uma das que têm apresentado mais dificuldades em fazer seu carro render com os diferentes tipos de compostos.

‘Para todo mundo, não só a McLaren, tentar entender e explorar os pneus corretamente é um desafio bem importante. Então precisamos nos manter focados, procurando eliminar os erros, melhorar o desempenho do carro e entender os pneus. Ver o que podemos fazer para explorá-los melhor está no topo de nossa lista de prioridades’, explicou o dirigente.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês