CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Martino ignora Tevez e chama Pastore para Superclássico

Atacante da Juventus segue afastado da seleção argentina, que terá novidades

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 12h27 - Publicado em 22 set 2014, 17h14

Diversos veículos de imprensa argentinos anunciaram nos últimos dias que Carlitos Tevez voltaria a ter chances na seleção vice-campeã mundial no Superclássico das Américas, em 11 de outubro, contra o Brasil, na China. Nesta segunda-feira, porém, o técnico Gerardo Martino revelou a lista de convocados para a partida e o jogador da Juventus não foi chamado. Martino chegou a dizer que Tevez tem as portas abertas e que deve competir com Higuaín e Agüero por um lugar na equipe. O atacante da Juventus não é chamado para atuar pela Argentina desde julho de 2011. Há rumores sobre uma possível desavença entre Tevez e Messi – e, por isso, os técnicos da seleção acabam tendo de escolher entre os dois. Eles garantem que não têm problemas de relacionamento.

Leia também:

Dunga convoca duas novidades: Mário Fernandes e Dodô

CBF atrapalha 11 partidas no Brasil – mas Dunga bate o pé

Dunga dá nova chance a Mário Fernandes, mas não a Hulk

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Di María dá show e Argentina bate Alemanha na revanche

O ex-corintiano está em ótima fase na Juventus, o que reforçou os pedidos de parte da público argentino por seu retorno à seleção. Martino, porém, parece ainda não estar convencido. Apesar de deixar Tevez de fora, Martino resolveu dar oportunidades a diversos nomes que não estavam no grupo argentino na Copa do Mundo, como os meias Javier Pastore (Lazio), Roberto Pereyra (Juventus), Nicolás Gaitán (Benfica) e Erik Lamela (Tottenham), os defensores Mateo Musacchio (Villarreal) e Santiego Vergini (Sunderland) e o goleiro Nahuel Guzmán (Tigres do México). Só três atacantes foram convocados e Rodrigo Palácio (Boca Juniors) deve completar a relação. A lista divulgada nesta segunda-feira, apenas com jogadores que atuam fora da Argentina, tem dezenove nomes e deve ser estendida depois com atletas do futebol local.

A relação divulgada por Gerardo Martino tem a base do grupo vice-campeão do mundo em julho último, no Brasil: Sergio Romero, Zabaleta, Demichelis, Federico Fernández, Rojo, Mascherano, Biglia, Enzo Pérez, Di Maria, Agüero e Higuaín, além do craque Messi, convocado pela primeira vez por Martino (ele estava com problemas físicos quando o treinador fez sua estreia no cargo, derrotando a Alemanha, sua algoz na final do Mundial, em amistoso realizado em setembro). Segunda colocada no ranking da Fifa, a Argentina tem dois compromissos agendados para outubro. No dia 11, vai enfrentar o Brasil do técnico Dunga no Estádio Ninho do Pássaro, na volta do Superclássico das Américas. Depois, no dia 14, jogará um amistoso em Hong Kong contra a seleção local.

Alemanha x Argentina, a estreia de Martino:

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês