ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Joinville derrota o líder e encosta no G-4 da Série B

Por AE Joinville (SC) – Com um futebol eficiente e aproveitando os desfalques do adversário, o Joinville conquistou uma grande vitória sobre o Criciúma por 3 a 1, neste sábado, na Arena Joinville, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mais do que justa, a vitória no duelo catarinense deixou o Joinville na […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 18h33 - Publicado em 4 ago 2012, 18h29

Por AE

Joinville (SC) – Com um futebol eficiente e aproveitando os desfalques do adversário, o Joinville conquistou uma grande vitória sobre o Criciúma por 3 a 1, neste sábado, na Arena Joinville, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mais do que justa, a vitória no duelo catarinense deixou o Joinville na quinta posição, com 27 pontos. Mesmo com a derrota, o Criciúma lidera com 35 pontos, agora sem a série de 10 jogos de invencibilidade.

Desta vez, o Criciúma sentiu as ausências de seus dois atacantes, Lucca e Zé Carlos. Sem força ofensiva, o visitante se viu envolvido pelo bom toque de bola do Joinville, que tem um forte poder ofensivo apesar da teimosia do técnico Leandro Campos em deixar seu time muito na defensiva. Nos números do confronto, esta foi a 10.ª vitória do Joinville, contra 10 empates e seis vitórias do Criciúma.

O esperado equilíbrio em campo acabou logo aos 11 minutos, quando o Joinville saiu na frente. Marcinho cruzou, do lado esquerdo, para Lima, que fez o pivô e rolou a bola para trás. Tiago Real chutou no canto esquerdo de Douglas Leite, que nada pode fazer.

O gol deu tranquilidade ao time da casa, mas o visitante não se abalou e manteve um forte esquema de marcação. A ausência do atacante Lucca e do artilheiro Zé Carlos, com certeza, fizeram falta. A melhor chance do Criciúma aconteceu aos 36 minutos, em uma falta da intermediária. Marlon soltou a bomba e o goleiro Jhonatan espalmou para escanteio. Aos 41, após contra-ataque, Lima bateu de fora da área e a bola tirou tinta da trave esquerda.

Os rivais voltaram iguais para o segundo tempo. Aos 10 minutos, o Criciúma tentou ganhar força trocando os atacantes. Saíram Giovanni Augusto e Douglas para as entradas, respectivamente, de Lins e Gilmar.

O visitante não melhorou e sofreu dois gols em dois minutos de diferença. Aos 18 minutos, após escanteio e desvio na primeira trave, a bola sobrou do outro lado para Lima. Ele bateu de virada, no canto de Douglas Leite: 2 a 0. Este foi seu nono gol, vice-artilheiro da Série B, atrás somente de Zé Carlos, do rival, com 16 gols.

Dois minutos depois, Lima lançou Eduardo pelo lado direito. Ele entrou na área dando um corte num adversário e de pé trocado, bateu de esquerda. O chute cruzado foi certeiro: 3 a 0.

O Criciúma não se entregou e fez seu gol de honra aos 34 minutos. Lins recebeu a bola de costas, girou rápido e bateu forte de perna esquerda. É claro não houve tempo para diminuir a diferença.

Pela 16.ª rodada, que será aberta nesta terça-feira, os dois times catarinenses só vão estar em campo no sábado, dia 11, e fora de casa. Coincidentemente contra dois paulistas. O Joinville vai pegar o Guaratinguetá, enquanto que o Criciúma vai enfrentar o São Caetano.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

JOINVILLE 3 x 1 CRICIÚMA

JOINVILLE – Jhonatan; Eduardo, Pedro Paulo, Maurício e Tarcísio; Carlos Alberto, Glaydson, Ricardinho (Djair) e Tiago Real (Willian); Marcinho e Lima (Jean Carlos). Técnico: Leandro Campos.

CRICIÚMA – Douglas Leite; Ezequiel, Mateus Ferraz, Nirley e Marlon; Rodrigo Possebon, Fransérgio (Elias), Kléber, Válber e Giovanni Augusto (Lins); Douglas (Gilmar). Técnico: Paulo Comelli.

GOLS – Tiago Real, aos 11 minutos do primeiro tempo; Lima, aos 18, Eduardo, aos 20, e Lins, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Ezequiel, Marlon e Nirley (Criciúma).

ÁRBITRO – Ronan Marques da Rosa (SC).

RENDA – R$ 324.085,00.

PÚBLICO – 17.926 pagantes.

LOCAL – Arena Joinville, em Joinville (SC).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade