CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Jô, atacante do Brasil na Copa, completa um ano sem fazer gol

Jogador de 28 anos fez apenas três jogos no ano e segue em baixa no Atlético-MG

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 21h16 - Publicado em 10 abr 2015, 12h05

O torcedor do Atlético-MG acordou feliz com a vitória sobre o Independiente de Santa Fé, pela Copa Libertadores, mas um jogador da equipe mineira não tem nada a comemorar nesta sexta-feira. Pouco aproveitado pelo técnico Levir Culpi, o atacante Jô, reserva de Fred na seleção brasileira da Copa do Mundo de 2014, completou um ano sem marcar um gol sequer.

Leia também:

Atlético-MG vence Santa Fé e entra na briga por uma vaga

Magrão, ex-Palmeiras e Corinthians, revela luta contra o câncer

Cristiano Ronaldo lança linha 2015 de cuecas

A última vez que Jô venceu um goleiro foi em 10 de abril de 2014, quando o Atlético-MG derrotou o Zamora por 1 a 0 na fase de grupos da Libertadores. De lá para cá, participou de 30 partidas, 14 pelo Brasileirão do ano passado. Flagrado em festas e constantemente ausente dos treinos, chegou a ser afastado da equipe, mas foi reintegrado após a venda de Diego Tardelli.

A contratação do argentino Lucas Pratto, porém, manteve Jô longe do time titular – entrou em campo apenas três vezes em 2015. Para piorar, Guilherme renovou contrato e Thiago Ribeiro, ex-Santos, foi contratado, o que deve aumentar ainda mais a concorrência no ataque. Jô, de 28 anos, foi revelado pelo Corinthians aos 16 anos e passou por CSKA de Moscou, Manchester City, Everton, Galatasaray e Inter, antes de chegar ao Atlético, com o qual conquistou a Libertadores de 2013.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade