CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Jackie Stewart se oferece para ajudar como ‘técnico’ de Grosjean

O francês Romain Grosjean é um dos principais destaques da temporada de Fórmula 1, tanto por seus bons resultados, quanto pelos acidentes em que se envolveu. Para evitar que o piloto da Lotus acabe prejudicado por mais incidentes, o tricampeão mundial da categoria Jackie Stewart se ofereceu para ajudá-lo a evitar batidas O britânico trabalha […]

Por Da Redação 18 jul 2012, 14h03

O francês Romain Grosjean é um dos principais destaques da temporada de Fórmula 1, tanto por seus bons resultados, quanto pelos acidentes em que se envolveu. Para evitar que o piloto da Lotus acabe prejudicado por mais incidentes, o tricampeão mundial da categoria Jackie Stewart se ofereceu para ajudá-lo a evitar batidas

O britânico trabalha como consultor do grupo Genii, proprietário da equipe Lotus de F-1, e viaja para todos os Grandes Prêmios da categoria ao lado do time. A próxima prova da F-1 é o GP da Alemanha, que será realizado neste domingo no autódromo de Hockenheim.

‘Eu disse para Romain outro dia que seria uma boa ideia se ele fosse em casa para um almoço, ou se pudéssemos bater um papo. É ridículo não termos técnicos na Fórmula 1’, disse Stewart ao site da revista britânica ‘Autosport’. ‘No tênis há técnicos, no boxe, no golfe. Todo mundo tem um, menos nós. Não estou querendo virar técnico, mas sei que posso ajudá-lo. Historicamente, pilotos não são bons ouvintes, mas acho que posso ajudar’, completou.

Para exemplificar sua linha de pensamento, Jackie Stewart citou a equipe Williams, que neste ano contratou o austríaco Alexander Wurz para trabalhar como mentor de seus pilotos. O time britânico tem na temporada dois competidores considerados inexperientes, o venezuelano Pastor Maldonado e o brasileiro Bruno Senna.

‘Acho que isso foi algo bom. Maldonado é muito rápido, mas precisa de ajuda. Ele não deveria ter tido o número de acidentes que teve, assim como Grosjean. Isso não é só azar, você está no lugar errado, ao lado das pessoas erradas’, disse o escocês, campeão da F-1 em 1969, 1971 e 1973.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês