CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Ida ao PSG atrapalhou foco na seleção, diz Thiago Silva

Por AE Saint Albans – Depois de ter sido anunciado na semana passada como novo reforço do Paris Saint-Germain, Thiago Silva deu nesta quinta-feira, em Saint Albans, a sua primeira entrevista coletiva como jogador do time francês. No local onde a seleção brasileira se prepara para os Jogos Olímpicos de Londres, o zagueiro revelou que […]

Por Da Redação Atualizado em 17 out 2021, 14h47 - Publicado em 19 jul 2012, 12h11

Por AE

Saint Albans – Depois de ter sido anunciado na semana passada como novo reforço do Paris Saint-Germain, Thiago Silva deu nesta quinta-feira, em Saint Albans, a sua primeira entrevista coletiva como jogador do time francês. No local onde a seleção brasileira se prepara para os Jogos Olímpicos de Londres, o zagueiro revelou que a sua conturbada saída do Milan, com quem acabara de renovar contrato, acabou atrapalhando o seu foco no time nacional.

Ao comentar como foi acompanhar de longe esse processo que o levou ao PSG, pois na última semana ele estava no Rio treinando com a seleção antes de embarcar para Londres, o jogador admitiu incômodo com a situação.

“Cara, vou ser bem sincero pra você, às vezes (uma transferência como essa) atrapalha. Você estar focado em uma competição importante como essa e daqui a pouco você entra em um site e vê uma notícia dizendo que fulano vai pra tal lugar, vai ficar, vai sair… Tive essa transferência para o Paris e foi um pouco difícil pra mim, pois, querendo ou não, é inevitável você ficar com a cabeça lá, porque não tem (tinha) nada decidido ainda. Por isso, falei para o meu procurador resolver o mais rápido possível essa situação. Não estava conseguindo ficar focado na seleção, mas agora sim estou focado”, afirmou o jogador.

Thiago Silva admitiu um misto de alegria e decepção pela sua saída do Milan, pois era um grande ídolo do time e chegou até a renovar contrato, antes de o PSG fazer a proposta que acabou sendo irrecusável para o clube italiano.

“Fiquei muito contente com a minha transferência para o PSG e triste com a saída do Milan, que é um clube onde todas coisas que aconteceram lá dentro foram de emoções muito grande. É um clube que se dedica ao jogador e ao grupo, então devo tudo a eles, agradeço ao (presidente Silvio) Berlusconi, ao (vice-presidente Adriano) Galiani, aos empregados, à comissão técnica, pois com eles vivi um momento extraordinário na minha carreira, mas futebol é isso, você um dia está aqui e outro dia está ali”, acrescentou.

Thiago Silva ainda reconheceu que acabou sendo forçado de certa forma a aceitar a sua transferência para o PSG, mas revelou chateação com o fato de ter sido visto por alguns como mercenário e até se desculpou com os torcedores do Milan que ficaram decepcionados com a sua saída.

“Não foi 100% a minha decisão porque eu tinha renovado (com o Milan) uma semana antes de acontecer essa transferência para o Paris. As pessoas falam mercenário dali, mercenário daqui, e fico triste com isso, pois não estou indo para o Paris para ganhar mais do que eu estava ganhando no Milan. No caso o dinheiro é a mesma coisa, pois eu tinha renovado uma semana atrás. A culpa não é minha, mas peço desculpas ao torcedor, mas agora são páginas passadas e quero fazer história pelo Paris também”, enfatizou.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês