CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ibrahimovic é suspenso por 4 jogos por ofensas à França

Atacante sueco foi flagrado dizendo que o PSG era bom demais para um “país de m…” como a França. Pressionado por políticos, se retratou, mas foi punido

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 21h16 - Publicado em 10 abr 2015, 10h26

O sueco Zlatan Ibrahimovic foi suspenso por quatro partidas do Campeonato Francês por causa de um desabafo após uma partida do Paris Saint-Germain. No dia 15 de março, o controverso atacante foi flagrado ofendendo a França ao deixar o campo após derrota por 3 a 2 para o Bordeaux. “Em 15 anos como jogador de futebol, jamais vi um árbitro assim. Este país de m… não merece ter um time como o PSG. Somos muito bons para este país”, desabafou, em inglês.

Leia também:

Ibrahimovic culpa árbitro por derrota, ofende franceses e depois se retrata

Rei do ego, Ibrahimovic ganha seu próprio “Google”

Ibra diz que jogadores do Chelsea são ‘bebês’

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ibrahimovic ganha estátua de cera – e esbanja marra

O Canal Plus, da França, flagrou as declarações, que rapidamente repercutiram. Pelo Twitter, o ministro do Esporte da França, Patrick Kenner, exigiu uma retratação do jogador sueco. “A decepção de Ibrahimovic não justifica suas palavras insultantes contra o árbitro e contra o país que lhe acolhe. Ele precisa pedir desculpas.” A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, convidou Ibrahimovic a deixar o país. “Os que consideram que a França é um país de m…podem ir embora, simples”, declarou Le Pen à rádio France Info.

O atacante respondeu em comunicado publicado no site oficial do clube. “Eu queria esclarecer que os meus comentários não foram dirigidos nem à França nem ao povo francês. Eu falei de futebol e somente disso. Perdi o jogo e aceito isso, mas não aceito quando o árbitro não conhece as regras. Falei aquilo nervoso e todo mundo sabe que, nessas horas, as palavras podem não sair como a gente gostaria. Quero pedir desculpas se as pessoas se sentiram ofendidas.”

Dias depois, Ibrahimovic se disse perseguido pela opinião pública francesa. “Eles só querem me tirar do topo, mas não vão conseguir. Nem vocês”, disse aos repórteres. “Eu me sinto muito bem no topo e é aqui que eu vou ficar.” Dias depois do desabafo contra o Bordeaux, Ibrahimovic foi expulso no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Chelsea. Revoltado com o cartão vermelho, afirmou após a partida em Londres que os atletas do clube inglês “pareciam 11 bebês” em campo. Ibra não enfrentará o Bacelona, no primeiro jogo das quartas, suspenso justamente por esta expulsão.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade