CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Há dois anos seleção não sabe o que é jogar sem Neymar

Craque esteve nas últimas 39 partidas da equipe – e Felipão não jogou sem ele

Por Giancarlo Lepiani, de Fortaleza Atualizado em 6 out 2021, 14h50 - Publicado em 5 jul 2014, 10h43

Desde a eliminação na última Copa do Mundo, a seleção fez apenas seis partidas sem Neymar

Qual será o impacto da ausência de Neymar no desempenho da seleção de Luiz Felipe Scolari? É simplesmente impossível afirmar ao certo – e não apenas por causa das qualidades do craque, mas sim porque o Brasil há muito tempo não sabe o que é jogar sem ele. Basta dizer que Felipão não sabe o que é levar seu time a campo sem ter Neymar entre os titulares. Nos 27 jogos em que comandou a equipe desde seu retorno ao cargo, o técnico gaúcho sempre escalou o atleta em sua formação inicial. Neymar foi a campo em todos os tipos de ocasiões: desde as partidas mais importantes contra seleções de peso (Itália, Uruguai, França, Inglaterra e Espanha) aos amistosos disputados apenas por� jogadores que atuavam no futebol nacional (contra Chile e até a Bolívia, na partida marcada para ajudar a família do torcedor morto por um sinalizador disparado por corintianos na Copa Libertadores). Neymar também encarou partidas extremamente duras, contra adversários que exerceram uma marcação mais do que rigorosa sobre ele – casos dos jogos contra Portugal, Honduras, México e Chile.

Leia também:

Perda de Neymar abala a seleção. Mas ela promete reagir

Companheiros de seleção e até rivais dão apoio a Neymar

​Neymar, com vértebra fraturada, não jogará mais na Copa

Continua após a publicidade

Zuñiga, algoz de Neymar: ‘Não tive intenção de machucar’

Continua após a publicidade

A lesão sofrida nesta sexta-feira, no Castelão, nas quartas de final contra a Colômbia, com vitória brasileira por 2 a 1, deixará Felipão numa situação delicada, com apenas três dias para pensar como suprir a ausência de seu principal jogador. Neymar é titular do Brasil há 39 jogos consecutivos, uma incrível sequência iniciada em maio de 2012. Desde o começo do atual ciclo da seleção, iniciado logo depois da queda nas quartas de final da Copa de 2010, para a Holanda, na África do Sul, Neymar só ficou de fora de seis partidas (o Brasil venceu cinco delas, perdendo só para a França, num amistoso disputado em Paris). Ele estava em campo na última vez que o Brasil enfrentou a seleção alemã, adversária do time da casa na semifinal, na terça-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte. No amistoso, disputado em Frankfurt, o Brasil perdeu por 3 a 2 – e um dos gols do Brasil foi dele. Disputada em agosto de 2011, a partida teve Mano Menezes no banco da seleção e a participação de oito atletas que estão no Mundial: além de Neymar, estavam no jogo Júlio César, Daniel Alves, Thiago Silva, Luiz Gustavo, Ramires, Fernandinho, Fred e Neymar..

Leia também:

Brasil já triunfou (e já desabou) sem o seu grande craque

Agora é com ele: David Luiz espera decidir pela seleção

Neymar deixa o jogo chorando e vai direto para o hospital

Saiba mais sobre a lesão que tirou Neymar da Copa-2014

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade