CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

‘Guerra’ entre torcidas cancela jogo no Chile e estraga festa do título do Colo Colo

Mesmo com a partida cancelada por causa da violência dos torcedores, o Colo Colo se sagrou campeão chileno após o tropeço da Universidad Católica

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 15h05 - Publicado em 7 dez 2015, 14h58

Uma ‘guerra’ entre torcedores no estádio Elías Figueroa, em Valparaíso, no Chile, antes do início da partida entre Colo Colo e Santiago Wanderers, neste domingo, estragou a festa do 31º título do Campeonato Chileno do Colo Colo. O confronto foi cancelado pelo juiz Enrique Osses por causa da violência generalizada que tomou o gramado. No entanto, mesmo sem jogar, os jogadores do Colo Colo puderam comemorar a conquista da taça do Apertura devido ao tropeço do principal concorrente ao título, a segunda colocada Universidad Católica, que perdeu seu jogo para o Audax Italiano também neste domingo.

O pequeno policiamento local não conseguiu conter as torcidas organizadas de Colo Colo e Santiago Wanderers, que permaneceram dentro de campo por pelo menos 25 minutos. Cadeiras, ferros, pedaços de pau e outros objetos foram usados como armas pelas torcidas, em uma verdadeira batalha campal. Fora do estádio também houve confrontos entre as torcidas. “Não é a primeira vez que acontece e ninguém faz nada, não se tomam medidas sérias. Acho que hoje teria que ser a última vez e não deixarem mais entrar essas pessoas no estádio, porque mancha o futebol. Mas isso não tira a nossa felicidade de ser campeão”, disse Jaime Valdés, meia do Colo Colo.

Ídolos do futebol chileno repudiaram nas redes sociais os atos violentos. “É a mesma história de sempre. Os delinquentes no poder. Queremos um Chile seguro, já basta”, escreveu Claudio Bravo, goleiro da seleção chilena e do Barcelona. O meia Valdivia também se pronunciou: “Que o governo do Chile se responsabilize por isso. Esses mesmos que depois querem aparecer com as conquistas esportivas. Este é um reflexo do Chile atual”, escreveu o ex-jogador do Palmeiras. O duelo entre o campeão chileno e o Santiago Wanderers deverá acontecer com os portões fechados, na próxima quarta-feira.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês