Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Finalista do US Open, Djokovic garante lugar no ATP Finals

Brasileiro Marcelo Melo perdeu decisão das duplas e ainda não se garantiu no ATP Finals

Por EFE e Estadão Conteúdo Atualizado em 28 set 2021, 17h23 - Publicado em 8 set 2018, 12h47

Finalista do US Open ao vencer Kei Nishikori por 3 sets a 0 (6-3, 6-4 e 6-2) nesta sexta-feira, o sérvio Novak Djokovic garantiu classificação antecipada para o ATP Finals, torneio entre os oito melhores tenistas do ano, que será disputado entre 11 e 18 de novembro, em Londres, no Reino Unido. O suíço Roger Federer foi outro que se garantiu no torneio depois da participação nos Estados Unidos.

Na final do US Open, Djokovic enfrentará o argentino Juan Martín del Potro, que venceu Rafael Nadal após desistência – por dores no joelho – na outra semifinal. Del Porto e Nadal também já estão classificados para o ATP Finals. O alemão Alexander Zverev, o croata Marin Cilic, o sul-africano Kevin Anderson e o austríaco Dominic Thiem são os outros quatro tenistas que, neste momento, estão entre os classificados para o torneio, que encerra a temporada do tênis.

Ranking para o ATP finals (individual)

1° – Rafael Nadal (Espanha) – 7.480 pontos  (classificado)
2° – Novak Djokovic (Sérvia) – 5.645 pontos (classificado)
3° – Juan Martín del Potro (Argentina) – 4.910 pontos (classificado)
4° – Roger Federer (Suíça) – 4.800 pontos  (classificado)
5° – Alexander Zverev (Alemanha) – 4.365 pontos
6° – Marin Cilic (Croácia) – 3.815 pontos
7° – Kevin Anderson (África do Sul) – 3.450 pontos
8° – Dominic Thiem (Áustria) – 3.365 pontos
9° – John Isner (EUA) – 2.970 pontos
10° – Kei Nishikori (Japão) – 2.475 pontos
11° – Fabio Fognini (Itália) – 1.940 pontos
12° – David Goffin (Bélgica) – 1.785 pontos

Nas duplas, Marcelo Melo perde final do US Open

A concretização do sonho do primeiro título na chave de duplas no US Open, em Nova York, não aconteceu para o brasileiro Marcelo Melo. Nesta sexta-feira, os norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock frustraram o objetivo do tenista mineiro, que ao lado do parceiro polonês Lukasz Kubot, foi derrotado na decisão por 2 sets a 0 – com parciais de 6/4 e 6/1.

Campeão de Wimbledon no ano passado, ao lado de Kubot, e de Roland Garros em 2015, junto do croata Ivan Dodig, seu antigo companheiro de duplas, Melo ficou com o vice em sua primeira final da carreira profissional no Grand Slam disputado em quadras duras no complexo de Flushing Meadows, em Nova York.

Para o ATP Finals, em novembro, em Londres, a dupla do brasileiro está no sétimo lugar, na disputa por uma das oito vagas para o torneio.

Ranking para o ATP finals (duplas)

1° – Oliver Marach (Áustria)/Mate Pavic (Croácia) – 6.590 pontos (classificado)
2° – Juan Cabal (Colômbia)/Robert Farah (Colômbia) – 5.290 pontos (classificado)
3° – Mike Bryan (EUA)/Jack Sock (EUA) – 4.270 pontos
4° – Jamie Murray (GBR)/Bruno Soares (BRA) – 4.250 pontos
5° – Nikola Mektic (CRO)/Alexander Peya (AUT) – 3.920 pontos
6° – Raven Klaasen (AFS)/Michael Venus (AUS) – 3.685 pontos
7° – Lukasz Kybot (POL)/Marcelo Melo (BRA) – 3.570 pontos
8° – Piere-Hugues Herbert (FRA)/Nicolas Mahut (FRA) – 3.310 pontos
9° – Henri Kontinen (FIN)/John Peers (AUS) – 2.740 pontos
10° – Feliciano López (ESP)/Marc López (ESP) – 2.120 pontos
11° – Jean-Julien Rojer (HOL)/Horia Tecau (ROM) – 1.920 pontos
12° – Ben McLachlan (JAP)/Jan-Lennard Struff (ALE) – 1.890 pontos

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade