CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Exame aponta EPO e brasileira manterá silêncio até contraprova

A remadora Kissya Cataldo, afastada dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 após testar positivo em exame antidoping realizado em julho, foi flagrada com eritropoetina (EPO) em seu organismo. Quando anunciou a eliminação da brasileira, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) não havia divulgado a substância encontrada no teste. Segundo comunicado divulgado pela própria assessoria de imprensa da […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 19h35 - Publicado em 4 ago 2012, 15h23

A remadora Kissya Cataldo, afastada dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 após testar positivo em exame antidoping realizado em julho, foi flagrada com eritropoetina (EPO) em seu organismo. Quando anunciou a eliminação da brasileira, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) não havia divulgado a substância encontrada no teste.

Segundo comunicado divulgado pela própria assessoria de imprensa da remadora brasileira, um teste realizado no Brasil em 12 de julho pela Federação Internacional de Remo (Fisa) apontou a presença de EPO no organismo da brasileira, que pedirá a análise da contraprova.

De acordo com a assessoria de imprensa, a atleta só se pronunciará sobre o assunto após a análise da contraprova de seu teste.

Kissya Cataldo disputaria a final C do skiff simples dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, mas foi afastada da competição e deixou a Vila Olímpica neste sábado, quando o resultado de seu exame foi divulgado.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade