CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Ex-goleiro do Corinthians é condenado por atropelamento

Johnny Herrera matou uma estudante no Chile em dezembro de 2009

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 10h06 - Publicado em 21 jun 2013, 17h46

Johnny Herrera, ex-goleiro do Corinthians (esteve no clube em 2006) e atualmente na Universidad do Chile, foi declarado culpado nesta sexta-feira por homicídio culposo, em que não há a intenção de matar, ao atropelar e matar uma jovem em dezembro de 2009. A pena do goleiro de 32 anos será de 61 a 540 dias de prisão, que poderá cumprir em liberdade, com obrigação de comparecer periodicamente no tribunal. A justiça chilena anunciou que vai divulgar a íntegra da sentença no dia 27 de junho.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

A promotoria pediu pena de cinco anos para o jogador, mas no julgamento em Santiago, ela não conseguiu provar que Herrera dirigia alcoolizado quando atropelou a estudante Macarena Cassasús. A família da vítima pedia uma indenização de 700 milhões de pesos (pouco mais de 3 milhões de reais). Segundo a decisão, a conduta de Herrera, que dirigia em alta velocidade, causou a morte da jovem.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês