Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Etiene quebra recorde mundial e faz história. Cielo é bicampeão

Atualizado às 15h20 Etiene Medeiros fez história neste domingo ao quebrar o recorde mundial e conquistar a primeira medalha de ouro brasileira em uma prova feminina no Campeonato Mundial de Natação Em Piscina Curta, em Doha, no Catar. O feito foi alcançado na prova de 50 metros costas. A pernambucana de 23 anos venceu as […]

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 10h19 - Publicado em 7 dez 2014, 12h41

Atualizado às 15h20

Etiene Medeiros fez história neste domingo ao quebrar o recorde mundial e conquistar a primeira medalha de ouro brasileira em uma prova feminina no Campeonato Mundial de Natação Em Piscina Curta, em Doha, no Catar. O feito foi alcançado na prova de 50 metros costas.

A pernambucana de 23 anos venceu as rivais fazendo o tempo de 25s67. Ela bateu o recorde de 25s70 que pertencia à croata Sanja Jovanovic, e perdurava desde 2009, no Campeonato Europeu disputado em Istambul.

A australiana Emily Seebohm ficou com a medalha de prata, enquanto a ‘Dama de Ferro’, a húngara Katinka Hosszu, que já obteve três ouros na competição, ficou com o bronze.

O paulista César Cielo também brilhou, sagrando-se bicampeão mundial nos 100 metros livres, com o tempo de 45s75.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Cielo deu o troco em seu grande rival, o francês Florent Manadou, que o havia desbancado na sexta-feira na prova de 50 metros livres.

O russo Danila Izotov ficou com a medalha de bronze, enquanto outro brasileiro que disputoua final dos 100m, João de Lucca, ficou na sétima colocação, com o tempo 47s05.

Quarta medalha – Completando o pódio brasileiro nesta domingo, o paulista Felipe França conquistou seu quarto ouro no Mundial ao vencer neste domingo a prova dos 50 metros peito – e obteve a melhor marca na história da competição.

O paulista, que já havia vencido nos 100 metros peito e nos revezamento 4×50 metros medley masculino e misto, obteve o tempo de 25s63, desbancando dois grandes favoritos ao ouro, o britânico Adam Peaty e o holandês Cameron Van der Burgh, que fizeram o tempo de 25s84, e dividiram a medalha de prata.

João Gomes Júnior, outro atleta do Brasil, fechou raia na prova dos 50 metros peito, ficando com a oitava colocação, com o tempo de 26s39. O Brasil foi o único país com dois atletas nessa final.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade