CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Dunga espera ‘o Neymar do Santos’ na seleção brasileira

O técnico cobrou ‘criatividade e alegria’ do jogador, que hoje defende o Barça

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 13h06 - Publicado em 28 ago 2014, 16h11

O técnico da seleção brasileira, Dunga, disse nesta quinta-feira que espera que o atacante Neymar atue na seleção brasileira da mesma maneira que jogava quando defendia o Santos. Segundo o treinador, o craque do Barcelona precisa demonstrar sua “alegria” em campo. “Todos nós queremos que seja o Neymar do Santos, espontâneo, criativo, um jogador determinante para a seleção brasileira, uma referência, sem perder sua alegria”, disse Dunga na sede da CBF, após participar de uma homenagem que reuniu ex-jogadores campeões do mundo pela seleção.

Leia também:

Seleção: sinal amarelo para tropa de elite de Felipão

Dunga em nova era: time rápido, driblador, em busca de gols

Dunga aposta em destaques do Brasileirão em sua 1ª lista

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

As apostas de Dunga, nem sempre vencedoras, na seleção

O treinador falou com cautela sobre os dois primeiros amistosos da seleção sob o seu comando, contra Colômbia e Equador, em 5 e 9 de setembro, nos Estados Unidos. “A gente precisa chegar e trabalhar. Ninguém faz milagre em dois dias, ninguém pode querer revolucionar tudo. Temos que manter uma base”, disse. O técnico afirmou que ainda não definiu quem será o capitão do time.

Os jogadores convocados que atuam no Brasil se apresentam à seleção no domingo, às 21h20, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e seguem para Miami. Os jogadores que moram na Europa, incluindo Neymar, se apresentam durante a segunda-feira, já nos Estados Unidos.

Homenagem – No evento desta tarde, a CBF reuniu 37 ex-jogadores que foram campeões mundiais com a seleção brasileira e prestou um tributo aos ex-atletas envolvidos nos cinco títulos mundiais da equipe. Segundo o presidente da entidade, José Maria Marin, todos os ex-jogadores que conquistaram o título pelo Brasil terão direito a um plano de saúde e a uma carteirinha que dá acesso a todos os estádios do país.

“Pode ser até que alguns não precisem, mas pelo menos é uma forma de a CBF prestar uma singela homenagem a vocês”, disse Marin. “Esse plano de saúde é muito importante, e uma reivindicação antiga. A gente sabe que tem muita gente que precisa”, comentou o ex-volante Mauro Silva, tetracampeão mundial em 1994, e auxiliar pontual de Dunga nas duas próximas partidas da seleção.

Dunga cumprimenta o ex-atacante Amarildo, campeão do mundo em 1962. Ao fundo, o ex-zagueiro Roque Júnior
Dunga cumprimenta o ex-atacante Amarildo, campeão do mundo em 1962. Ao fundo, o ex-zagueiro Roque Júnior VEJA

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês