ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Doping tira remadora Kissya Cataldo dos Jogos de Londres

A remadora brasileira Kissya Cataldo, que iria competir neste sábado na final C do skiff simples dos Jogos de Londres, não participou da prova após um resultado adverso em um exame antidoping e foi desligada da delegação brasileira, anunciou o COB. “A atleta está suspensa preventivamente pela Confederação Brasileira de Remo por ter apresentado resultado […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 21h03 - Publicado em 4 ago 2012, 09h57

A remadora brasileira Kissya Cataldo, que iria competir neste sábado na final C do skiff simples dos Jogos de Londres, não participou da prova após um resultado adverso em um exame antidoping e foi desligada da delegação brasileira, anunciou o COB.

“A atleta está suspensa preventivamente pela Confederação Brasileira de Remo por ter apresentado resultado analítico adverso em exame pré-competição, realizado no Brasil, no dia 12 de julho, pela Federação Internacional de Remo (FISA)”, revelou o COB em um comunicado.

A substância encontrada no organismo da remadora foi a eritropoetina (EPO).

O COB ressaltou ainda que a Missão Brasileira foi informada da suspensão da atleta neste sábado.

“Assim que fomos informados, a atleta foi desligada da delegação brasileira. Sempre estamos a favor de todos os controles antidoping e vamos continuar os nosso esforços neste sentido”, declarou à AFP Bernard Rajzman, ex-jogador de vôlei e chefe de Missão do ‘Time Brasil’ nos Jogos de Londres.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Na quinta-feira, Kissya se classificou em segundo lugar da sua bateria nas eliminatórias do skiff simples, garantindo uma vaga para a final C da modalidade, onde brigaria por um lugar entre a 13ª e a 18ª posição.

Aos 30 anos, a remadora estreia em Londres nos Jogos Olímpicos. Kissya, por sua ausência na prova deste sábado, acabou tecnicamente na 18ª posição, enquanto o 13º lugar foi para a irlandesa Sanita Purspure (7:59.77), que venceu esta final C.

Já a grande esperança do remo brasileiro nestes Jogos, a dupla Fabiana Beltrame/Luana Bartholo, temrinou na terceira posição no skiff duplo peso leve.

Fabiana conseguiu, pelo menos, melhorar seus resultados em relação às edições olímpicas anteriores, quando ficou em 14º em Atenas-2004 e em 19º em Pequim-2008.

Luana, por sua vez, disputava em Londres seus primeiros Jogos Olímpicos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade