CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

De virada, Avaí bate Ceará em casa e chega ao terceiro jogo invicto

O Avaí confirmou neste sábado que está em crescimento nesta Série B. Atuando na Ressacada, o time catarinense sofreu, mas conseguiu, de virada, bater o Ceará, por 2 a 1. Os gols da equipe vencedora foram marcados por Cléber Santana, em pênalti contestado pelos rivais, e Diogo Acosta, já no segundo tempo. Mota, que abriu […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 18h39 - Publicado em 4 ago 2012, 18h23

O Avaí confirmou neste sábado que está em crescimento nesta Série B. Atuando na Ressacada, o time catarinense sofreu, mas conseguiu, de virada, bater o Ceará, por 2 a 1. Os gols da equipe vencedora foram marcados por Cléber Santana, em pênalti contestado pelos rivais, e Diogo Acosta, já no segundo tempo. Mota, que abriu o placar em Florianópolis, fez para os visitantes.

Com o resultado, a equipe do técnico Hemerson Maria chegou aos 21 pontos, na décima colocação. Após a 15rodada do Brasileiro, o Avaí está a oito pontos do G-4 – o São Caetano, quarto colocado, que venceu o Atlético-PR neste sábado, soma 29 pontos, assim como o Goiás, terceiro. O Vozão, que estacionou nos 18 pontos, está na 14colocação.

O resultado, porém, será pouco comemorado pelo Leão, pois ele volta a campo já nesta terça-feira. Mais uma vez na Ressacada, o time do Sul do País recebe às 21 horas (de Brasília), o ABC, 15colocado. A recuperação do Ceará, por outro lado, pode acontecer na sexta-feira. Diante de sua torcida no Presidente Vargas, a equipe enfrenta o Grêmio-SP, vice-lanterna da competição.

O JOGO – Vindo de duas partidas sem derrota, o Leão apostava na força de seu estádio para despachar o Vozão. Já aos seis minutos, Acosta obrigou o goleiro Adilson a fazer a primeira importante defesa para a equipe cearense. A resposta veio quase que imediata: Itamar, porém, esbarrou em Diego na meta do Avaí.

Após deixar seu companheiro em boas condições de marcar, foi Mota quem colocou o Ceará à frente no placar, aos 22 minutos. A defesa do time da casa tentou afastar a bola levantada na área, mas Itamar desviou de cabeça e ela sobrou para o zagueiro Luisão. O zagueiro tentou em duas oportunidades e o camisa 9, quase debaixo da trave, empurrou para o fundo da rede.

O Ceará, porém, não conseguiu segurar a vantagem por muito tempo: aos 25, Laércio dividiu com Apodi dentro da área e caiu. O árbitro Elmo Alves Resende Cunha assinalou a penalidade e gerou a irritação dos jogadores alvinegros, que reclamaram muito da marcação. Alheio à polêmica, Cléber Santana foi para a bola e bateu no canto esquerdo, para empatar o jogo.

Três minutos depois, Vicente recebeu livre dentro da área pela esquerda, mas bateu em cima de Diego, na última grande oportunidade da etapa inicial. Assim, a resposta do Avaí viria apenas aos sete do segundo tempo: Pirão, que entrou no lugar de Julinho, arriscou de longe e a bola passou próxima à meta de Adilson.

Sem força para responder, o Vozão pouco criava e o Avaí quase virou após falha da defesa. Laércio tentou de calcanhar e a bola explodiu em cima do goleiro Adilson. Aos 26 minutos, porém, a equipe finalmente conseguiu seu gol. Em apontada pela esquerda, Laércio centrou a bola e o arqueiro do Ceará saiu mal: Diogo Acosta não perdoou e, de cabeça, virou o placar.

Diante de um rival sem grande força para empatar, o Avaí passou a controlar o tempo e a vantagem conquistada. Com o resultado, o time catarinense ainda está distante do G-4, mas dá mostras de que começa a se estabilizar na competição, enquanto o Ceará, que ficou para trás na tabela, ainda precisa de uma boa sequência para deixar a parte intermediária da Série B.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade