CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Criciúma vence o São Paulo na estreia da Sul-Americana

Sem Kaká e Ganso, o time do Morumbi teve uma atuação fraca e perdeu por 2 a 1, resultado que o obriga a vencer no jogo de volta para não ser eliminado

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 13h06 - Publicado em 28 ago 2014, 22h26

A ausência do chamado “quadrado mágico” parece ter tirado também a alma do São Paulo na noite desta quinta-feira. Em uma atuação sonolenta, o time tricolor perdeu por 2 a 1 para o Criciúma no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), em sua estreia na Copa Sul-Americana. O resultado obriga o São Paulo a vencer na semana que vem para não ser eliminado prematuramente do torneio – e repetir o fisaco da Copa do Brasil, na qual caiu diante do Bragantino.

Seria lutar contra o óbvio imaginar que o desfigurado São Paulo poderia repetir o desempenho consistente da arrancada no Campeonato Brasileiro, já que é praticamente impossível achar reposições à altura para Kaká e Paulo Henrique Ganso, que não estiveram em campo. Ainda assim, o time tricolor jogava com um rival igualmente desfalcado, já que o Criciúma poupou praticamente todos os titulares para tentar sair do buraco em que se enfiou no Brasileirão – a equipe vem de sete jogos sem vitórias e está na zona do rebaixamento.

Leia também:

Barcelona elogia Douglas, que se diz preparado para jogar

Supostamente o que deveria se ver era o São Paulo dominando e comandando as ações, o que aconteceu no primeiro tempo. Mas faltou ser incisivo. Quando deixou o toque lateral de lado e aprofundou as jogadas, conseguiu achar espaços especialmente pelo lado esquerdo, com Michel Bastos se movimentando muito no corredor deixado por Luís Felipe. Foi por lá que saiu o gol de Alexandre Pato, que iniciou e concluiu a jogada ao tabelar com o camisa 7.

Mas do outro lado havia Lucão e o jovem zagueiro certamente terá pesadelos com Paulo Baier. O interminável camisa 10 usou de sua experiência para engolir o garoto: primeiro fez um corta-luz que fez o defensor errar o bote e permitir Silvinho avançar sozinho para fulminar Rogério Ceni e abrir o placar. Depois recebeu sem ser incomodado e serviu para Lucca marcar o gol da vitória. O Criciúma ainda carimbou a trave são-paulina com Paulinho.

Atribuir a derrota somente ao zagueiro seria cruel, afinal mesmo em desvantagem o São Paulo parecia desinteressado e pouco fez para mudar a sua sorte, tanto que praticamente nada criou – só Alexandre Pato parecia querer jogo, enquanto Ademilson brigava com a bola e Maicon tocava de lado. Muricy Ramalho preferiu não mandar os poupados a campo e o placar não se alterou.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês