CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Corinthians perde do Goiás e soma quarto jogo sem vitória

Time paulista perde em casa por 2 a 1 e fica mais longe do G4

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 03h31 - Publicado em 15 set 2013, 19h59

O Corinthians voltou a decepcionar sua torcida neste domingo. Mesmo jogando em casa, somou o quarto jogo seguido sem vitória no Brasileirão, ficando cada vez mais longe da vaga no G4, o grupo que se classifica para a Libertadores. O algoz, dessa vez, foi o Goiás, que foi ao Pacaembu e ganhou por 2 a 1.

O delicado momento corintiano ficou evidente nas vaias que tomaram conta do estádio em diversos momentos do jogo. No final, o grito da torcida era “Que saudade quando o Corinthians jogava com vontade”.

Leia também:

Botafogo martela, não desiste e bate Corinthians no final

CBF define os jogos que o Corinthians fará sem torcida

Como vinha de derrotas para Inter e Botafogo, além do empate em casa com o lanterna Náutico, o Corinthians vê sua torcida perder a paciência. E segue com 30 pontos, cinco atrás do quarto colocado Atlético-PR.

No jogo deste domingo, o que se viu foi um festival de gols perdidos, corroborando as críticas feitas ao ataque corintiano. Nem o solitário gol de Alexandre Pato foi capaz de evitar a derrota em pleno Pacaembu.

Melhor para o Goiás, que foi valente e conseguiu um grande resultado neste domingo. Soube se proteger bem na defesa e foi eficiente no ataque, com os gols de Hugo e Amaral. Assim, chegou aos 29 pontos no Brasileirão.

Jogo – O duelo começou animado no Pacaembu. Logo nos dois primeiros minutos, Corinthians e Goiás já tinham chegado à área adversária. Os donos da casa tiveram a primeira chance real com Alexandre Pato. Depois de se livrar da marcação e ficar praticamente cara a cara com o goleiro, finalizou mal e chutou por cima do gol.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O Corinthians teria outras boas chances nos minutos seguintes, incluindo uma bela bicicleta de Romarinho, que saiu à direita do goleiro Renan. Foi aí que o Goiás preferiu se fechar na defesa, truncando um pouco o jogo. A equipe do técnico Tite também pregava forte na marcação e freava as tentativas de ataque dos visitantes.

A consequência foi que os times perderam o embalo inicial no restante do primeiro tempo. O Corinthians ainda teve oportunidade com uma cabeçada de Guerrero, após cruzamento de Alexandre Pato aos 38 minutos. O próprio Pato desperdiçou, quatro minutos depois, cruzamento de Guerrero. Novamente de frente apenas para o goleiro, chutou forte por cima da meta.

Tantos gols perdidos cobraram seu preço na volta dos vestiários. Aos 11 minutos do segundo tempo, o meia Hugo recebeu passe de Renan Oliveira, conseguiu se livrar da marcação de Paulo André e chutou cruzado, de direita, marcando gols para o Goiás.

Os donos da casa até tentaram responder rápido, mas sem êxito. A melhor chance ocorreu aos 18 minutos. Romarinho finalizou em cima de Renan após se livrar de Vítor. Na sobra, o próprio Romarinho bateu cruzado. Emerson, sem ninguém na frente, furou na hora de chutar e perdeu chance incrível para empatar o jogo.

Leia ainda:

STJD reduz punição imposta ao Corinthians por briga no DF

O gol de empate, porém, saiu aos 32 minutos, quando Gil cabeceou no centro da área. Em meio à confusão, Pato desviou para o gol. A bola ainda bateu em Ramon antes de entrar.

Mas foi apenas um alento. Aos 39 minutos, a bola de escanteio cobrado por Dudu Cearense encontrou a cabeça de Amaral, que subiu sozinho na área para fazer 2 a 1 para o Goiás. Sem forças para reagir, o Corinthians apenas se segurou na defesa até o fim da partida, irritando ainda mais a sua torcida.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade