ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Com título olímpico, Serena faz história ao alcançar o Carrier Golden Slam

Londres, 4 ago (EFE).- Com o título de simples conquistado neste sábado nos Jogos de Londres, a americana Serena Williams se transformou na segunda mulher a conquistar o Carrier Golden Slam, unificando o título dos quatro torneios de Grand Slam e os Jogos Olímpicos. Com o feito, Serena se iguala a alemã Steffi Graf, única […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 19h37 - Publicado em 4 ago 2012, 15h23

Londres, 4 ago (EFE).- Com o título de simples conquistado neste sábado nos Jogos de Londres, a americana Serena Williams se transformou na segunda mulher a conquistar o Carrier Golden Slam, unificando o título dos quatro torneios de Grand Slam e os Jogos Olímpicos.

Com o feito, Serena se iguala a alemã Steffi Graf, única que havia conquistado os cinco títulos até hoje. Steffi, porém, venceu os cinco torneios no mesmo ano.

Após a conquista, a bicampeã olímpica nas duplas femininas disse que já pode descansar. ‘Ganhei tudo. Agora posso ir à Disneyworld’, indicou.

Serena bateu Sharapova na final olímpica por 2 sets a 0, com parciais de 6-0 e 6-1, em uma hora e três minutos de jogo. Apesar da vitória contundente, a americana não acha que está impondo uma supremacia. ‘Não me sinto nada invencível. Não me sinto nada. Me sinto bem com meu jogo e já era hora deste êxito’, disse.

Realçando o seu feito, ela tirou o peso da derrota da adversária deste sábado, afirmando que a russa não jogou mal. ‘Não acho que foi culpa de Sharapova. Eu joguei muito bem. Ela lutou muito duro. Me encanta isso nela’, comentou a americana.

Serena reconheceu que jogou sua melhor partida contra Sharapova. ‘Nunca joguei melhor. Jogar contra alguém como Maria exige jogar assim. Eu sabia que não tinha nada que perder. Venceu em Roland Garros e quase não perdeu este ano. Está jogando a final de todos os torneios, portanto sabia que seria difícil’, confessou.

Já Maria Sharapova, que conquistou a prata, aproveitou para elogiar o desempenho da adversária. ‘Serena jogou um tênis incrível. Foi forte demais para mim. Manteve o grande nível que demonstrou em Wimbledon. Esteve muito bem, melhorou e alcançou o ouro olímpico’, disse. EFE

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade