ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Com golaço de Seedorf, Botafogo bate o Atlético-GO de virada

Com um golaço do meia holandês Clarence Seedorf, sua principal contratação para a temporada, o Botafogo derrotou o Atlético-GO por 2 a 1, de virada, na noite deste sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), na abertura da 14rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi importante para o Glorioso, que conseguiu a segunda vitória […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 17h36 - Publicado em 4 ago 2012, 20h38

Com um golaço do meia holandês Clarence Seedorf, sua principal contratação para a temporada, o Botafogo derrotou o Atlético-GO por 2 a 1, de virada, na noite deste sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), na abertura da 14rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado foi importante para o Glorioso, que conseguiu a segunda vitória consecutiva na competição e chegou aos 23 pontos, ocupando a sexta colocação e se aproximando da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores.

O gol do holandês saiu no segundo tempo, em uma bela cobrança de falta aos 19 minutos, que fez a torcida do Botafogo delirar. Fellype Gabriel fez o segundo gol, o da virada. Tudo isso depois de o goleiro Márcio, cobrando pênalti, ter aberto o marcador na primeira etapa. Com o tropeço o Dragão, que parecia dar sinais de reação, permanece na zona de rebaixamento, com apenas nove pontos ganhos.

Logo no início do jogo o Atlético mostrou que iria procurar se impor. Tanto que aos dois minutos Marcos cruzou e Patric cabeceou sobre o gol, assustando o goleiro Jéfferson. Já o Botafogo parecia bem recuado, sem força ofensiva e vivendo de lances isolados, como aos 13 minutos, quando Seedorf fez grande lançamento para Elkeson, que dominou na área e chutou na rede pelo lado de fora.

Aos poucos o Atlético foi dominando completamente as ações e pressionando o Botafogo em seu campo. Aos 17 minutos os goianos tiveram uma sequência de lances que por muito pouco não resultou em gol. Aos 17 minutos Ricardo Bueno dividiu com a zaga e, na sobra, Patric chutou e Antônio Carlos desviou para fora. Na cobrança de escanteio Gustavo cabeceou para fora. Um minuto depois Jéfferson saiu de maneira errada do gol, Marcos encobriu o goleiro e Rafael Marques salvou em cima da linha.A pressão dos anfitriões surtiu efeito aos 26 minutos, quando Eron invadiu a área e foi derrubado por Fábio Ferreira. Pênalti que o árbitro Nielson Nogueira Dias marcou e o goleiro Márcio cobrou. Jéfferson chegou a tocar na bola, mas não impediu o gol. Com a desvantagem o Botafogo tentou ser um pouco mais ofensivo, porém só conseguiu assustar em um cruzamento de Lennon, que Elkeson escorou para fora aos 38 minutos.

Na volta para o segundo tempo o técnico Oswaldo de Oliveira retirou Rafael Marques e voltou a apostar no esquema com três meias e apenas um atacante. A medida fez o Botafogo dominar o meio-de-campo e passar a ser mais perigoso. Mesmo com pouco poder de penetração o Glorioso estava mais presente no campo adversário. A nova postura foi premiada aos 19 minutos, quando Antônio Carlos foi derrubado na entrada da área. Seedorf cobrou a falta com perfeição e marcou um golaço, o primeiro dele com a camisa botafoguense.

O lance deixou o Botafogo muito animado e os cariocas conseguiram a virada dez minutos depois, se aproveitando do abatimento que tomou conta do Atlético. Seedorf cobrou escanteio e após dividida Fábio Ferreira cruzou para a área. Fellype Gabriel escorou para o fundo da rede e decretou a virada.

No restante do jogo o Atlético passou a esboçar uma pressão, mas encontrava um Botafogo muito bem armado em seu setor ofensivo. O Dragão, por sua vez, tinha dificuldades para criar e se tornou uma presa fácil para o Glorioso, que administrou o placar até o fim.

As duas equipes voltam a jogar na próxima quarta-feira. O Botafogo recebe o Palmeiras às 21h50 (de Brasília) no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). Um pouco mais cedo, às 20h30 (de Brasília), o Atlético visita o Corinthians no Pacaembu, em São Paulo (SP).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade