ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Com a bênção do Papa Francisco, San Lorenzo busca primeiro título da Libertadores

Clube do coração do pontífice enfrenta o Nacional, do Paraguai, na decisão

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 13h27 - Publicado em 13 ago 2014, 10h41

Um dos clubes mais tradicionais da Argentina, o San Lorenzo pode conquistar a primeira Copa Libertadores de sua história nesta quarta-feira. Para isso, a equipe argentina precisa de uma vitória simples diante do Nacional, do Paraguai, outro estreante em finais, às 21h15 (de Brasília), no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. Na partida de ida, o San Lorenzo levou um gol no fim, mas deixou Assunção com um bom resultado, um empate por 1 a 1.

Para chegar ao tão almejado título, a equipe se apega a fé de seu torcedor mais ilustre: o Papa Franscisco. De acordo com a rádio argentina La Red, o pontífice, que se encontra na Coreia do Sul para um encontro religioso, teria dito nesta manhã a Guillermo Karcher, chefe do cerimonial do Vaticano, que hoje “é um dia muito especial”, em alusão ao jogo mais importante da história do San Lorenzo.

Leia também:

Libertadores: Nacional e San Lorenzo empatam na 1ª final

Brasil teve participação patética na Libertadores

San Lorenzo perde, mas chega à 1ª final

O técnico Edgardo Bauza relembrou toda a campanha da equipe para justificar sua confiança – só entre os brasileiros, eliminou Botafogo, Grêmio e Cruzeiro. “O San Lorenzo conseguiu o direito de decidir o título em casa pela maneira como se comportou ao longo de toda a disputa. Somos muito fortes em nosso campo, com o apoio dos nossos torcedores, e isso me deixa muito confiante”.

Do lado paraguaiao, o técnico Gustavo Morínigo não joga a toalha. “O Nacional já mostrou nesta Libertadores que não teme nenhum adversário. Eliminamos o Vélez Sarsfield, que tinha a melhor campanha da fase de grupos. Ali, percebi que poderíamos sonhar com qualquer coisa boa, incluindo o título.” Para a decisão, o San Lorenzo não terá um de seus principais jogadores, o meia Ignacio Piatti, que já havia acertado sua transferência para o Montreal Impact, do Canadá, que disputa a MLS, Liga de futebol dos Estados Unidos. O novo campeão quebrará uma sequência de quatro títulos de clubes brasileiros – Inter, Santos, Corinthians e Atlético-MG foram os últimos vencedores.

O diário esportivo Olé repercutiu a torcida do Papa Frascisco pelo San Lorenzo
O diário esportivo Olé repercutiu a torcida do Papa Frascisco pelo San Lorenzo VEJA
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade