ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Brasileiro erra quatro tentativas e fica apenas em 7º no salto em distância

Londres, 4 ago (EFE).- Depois de liderar a prova eliminatória do salto em distância do atletismo nos Jogos Olímpicos, o brasileiro Mauro Vinicius da Silva terminou apenas na sétima colocação na competição, após a final realizada neste sábado, no Estádio Olímpico de Stratford. Duda, como é conhecido, só conseguiu saltar 8m01, marca muito inferior aos […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 18h51 - Publicado em 4 ago 2012, 17h41

Londres, 4 ago (EFE).- Depois de liderar a prova eliminatória do salto em distância do atletismo nos Jogos Olímpicos, o brasileiro Mauro Vinicius da Silva terminou apenas na sétima colocação na competição, após a final realizada neste sábado, no Estádio Olímpico de Stratford.

Duda, como é conhecido, só conseguiu saltar 8m01, marca muito inferior aos 8m11 saltados na prova eliminatória, realizada ontem. Se repetisse a marca, o brasileiro não conseguiria medalha, e ficaria, no máximo, na quarta colocação.

A medalha de ouro da prova acabou ficando com o britânico Greg Rutherford, que saltou 8m31. A prata ficou com o australiano Mitchell Watt, com 8m16, e o bronze com foi conquistado pelo americano Will Claye, que saltou 8m12.

Mauro Vinicius era o terceiro a saltar entre os 12 competidores que estavam na final da modalidade. Na primeira tentativa, o brasileiro queimou seu salto. O segundo salto de Duda também resultou em uma queima.

A terceira tentativa foi a primeira que o brasileiro conseguiu registrar marca, saltando 7m96. No momento do salto, o brasileiro ocupava a sexta colocação. E após seu salto, Mauro foi obrigado a secar cinco rivais, que poderiam superar sua marca. Como só um conseguiu, ele ficou passou em sétimo do corte, que tirou quatro atletas da final.

Mauro teria na ‘superfinal’ três saltos para buscar a medalha. Na primeira tentativa fez o tempo de 8m01, subindo para quinta colocação. Na quinta tentativa, o brasileiro voltou a queimar seu salto, quando ele já estava na sexta colocação.

No último salto, Mauro Vinicius precisava saltar 8m12 para entrar na briga por medalha, marca um centímetro maior do que a atingida na final, mas acabou queimando o salto mais uma vez, ficando apenas com a sétima colocação. EFE

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade