CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Brasil vence e caminha em busca do ouro no futebol

O Brasil conquistou neste sábado uma vaga nas semifinais do futebol olímpico masculino dos Jogos de Londres, onde busca uma inédita medalha de ouro, ao derrotar a seleção de Honduras por 3 a 2 no estádio de Saint James Park, em Newcastle. Nas semifinais, a seleção brasileira enfrentará o vencedor da partida entre Grã-Bretanha e […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 19h15 - Publicado em 4 ago 2012, 16h23

O Brasil conquistou neste sábado uma vaga nas semifinais do futebol olímpico masculino dos Jogos de Londres, onde busca uma inédita medalha de ouro, ao derrotar a seleção de Honduras por 3 a 2 no estádio de Saint James Park, em Newcastle.

Nas semifinais, a seleção brasileira enfrentará o vencedor da partida entre Grã-Bretanha e Coreia do Sul.

O Brasil, com momentos de inspiração de Neymar e Oscar, teve em Leandro Damião, que marcou aos 38 do primeiro tempo e aos 15 da etapa final, um artilheiro oportunista e implacável. O craque do Santos anotou o segundo, 6 minutos após o intervalo, de pênalti.

Os hondurenhos surpreenderam logo de cara com um gol de Mario Martínez, aos 12 minutos de partida. O empate veio através de Leandro Damião, em jogada armada por Neymar e Hulk, apenas cinco minutos depois da expulsão do zagueiro hondurenho Wilmer Crisanto por jogo violento.

Honduras voltou a marcar quando Roger Espinoza, aos 3 minutos do segundo tempo, fuzilou o goleiro Gabriel com uma bola rasante, mas Neymar, três minutos depois, empatou em cobrança de pênalti.

Espinoza também foi expulso, mas saiu ovacionado por quase todo o estádio. Honduras terminou jogando com 9 homens.

Leandro Damião foi o encarregado de salvar a equipe de Mano Menezes após receber um passe de Neymar no centro da área, matar a bola de costas para o gol e disparar de virada, para fazer 3 a 2 ao 15 minutos do segundo tempo.

A partida começou com Leandro Damião perdendo um gol feito logo no primeiro minuto, quando entrou livre na área e ficou cara a cara com o goleiro José Mendoza, mas chutou para fora.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Honduras jogava com intensidade e abriu o placar após Thiago Silva e Juan baterem cabeça na área e a bola sobrar para Martínez, que tocou contra o indefeso goleiro Gabriel.

Mas o execesso de aplicação foi o pecado de Honduras, que perdeu Crisanto com dois cartões amarelos após marcação implacável sobre Neymar.

O craque do Santos deu origem ao gol de empate do Brasil, ao tocar para Hulk, que avançou contra a zaga hondurenha e cruzou para a área, onde José Velázquez e Arnold Peralta bateram cabeça e Leandro Damião não perdoou.

Honduras jogava com autoridade contra o poderoso Brasil, baseada na criatividade de Maynor Figueroa e na aplicação e inteligência de Espinoza, bem assistido por Orlin Peralta.

O Brasil equilibrava com seu talento individual, tendo Oscar e Neymar como homens de criação.

Mano Menezes tirou Sandro, com cartão amarelo, e acionou o combativo Danilo, em um jogo sem trégua nos dois lados.

O jogo era pegado, corrido, nervoso e Espinoza desempatou com um disparo razante da entrada da área que venceu Gabriel, mas logo veio o pênalti cobrado por Neymar, que resolveu novamente nove minutos depois, ao tocar para Leandro Damião no centro da área, de onde o artilheiro decretou a vitória.

Com Lucas em campo no lugar de Hulk, para trabalhar mais a bola, o Brasil resistiu até o fim e garantiu a vaga na semifinal.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade