ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Boxe feminino estreia nos Jogos Olímpicos neste domingo; Brasil está no páreo

Londres, 4 ago (EFE).- A russa Elena Savelyeva, medalhista mundial de boxe, e a norte-coreana Kim Hye Song, farão história no domingo por serem protagonistas da primeira luta entre mulheres na história do boxe olímpico, que começará a ser escrita na Arena Excel de Londres e contará com a participação de atletas brasileiras. A primeira […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 20h19 - Publicado em 4 ago 2012, 13h03

Londres, 4 ago (EFE).- A russa Elena Savelyeva, medalhista mundial de boxe, e a norte-coreana Kim Hye Song, farão história no domingo por serem protagonistas da primeira luta entre mulheres na história do boxe olímpico, que começará a ser escrita na Arena Excel de Londres e contará com a participação de atletas brasileiras.

A primeira disputa será válida pelo peso mosca. Em Londres, o boxe olímpico de mulheres contará com mais duas categorias, ligeiro e médio – em cada uma das três categorias competirão 12 boxeadoras.

Savelyeva, que em maio ficou com o bronze no Mundial da China, chega a Londres como uma das favoritas para a disputa do título olímpico.

A luta inicial também será marcada pela rivalidade porque é uma revanche do Mundial no qual a russa eliminou Hye Song.

Segundo o sorteio, a vencedora da luta entre Savelyeva e Hye Song terá um grande desafio perante a campeã mundial, a chinesa Ren Cancan, apontada como favorita ao ouro.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Minutos depois da primeira luta, será a vez de o Brasil estrear na modalidade com Erika Mattos, que enfrentará a venezuelana Karla Magliocco, também peso mosca.

‘Nunca nos enfrentamos, mas a conheço bem; é uma rival dura e será uma honra brigar contra ela no primeiro combate entre latinas na história’, disse Magliocco, medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

No peso mosca, a final esperada é entre Cancan e a britânica Nicola Adams, que antes terão que passar por adversárias de bom nível para chegar à disputa por medalhas.

No peso ligeiro, a brasileira Adriana dos Santos Araujo, sexta colocada no Mundial, estreará domingo perante a cazaque Saida Khassenova, uma boxeadora de nível médio em uma divisão na qual as favoritas são a irlandesa Katie Taylor e a russa Sofya Ochigava.

Pelo peso médio, a única representante brasileira é Roseli Amaral Feitosa, rival da chinesa Li Jinzi, da britânica Svannah Marshall e da russa Nadezda Torlopova. EFE

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade