ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Bolt passa eliminatória com tempo modesto. Nilson André é eliminado.

A primeira participação do mito Usain Bolt nos 100m rasos ficou longe de empolgar os fãs. Nas eliminatórias realizadas na manhã deste sábado, o jamaicano cravou 10s08 e, ainda assim, venceu a sua bateria para se classificar às semifinais. Ao Brasil, a prova reservou mais uma eliminação. O brasileiro Nilson André disputou a terceira bateria […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 20h57 - Publicado em 4 ago 2012, 10h13

A primeira participação do mito Usain Bolt nos 100m rasos ficou longe de empolgar os fãs. Nas eliminatórias realizadas na manhã deste sábado, o jamaicano cravou 10s08 e, ainda assim, venceu a sua bateria para se classificar às semifinais.

Ao Brasil, a prova reservou mais uma eliminação. O brasileiro Nilson André disputou a terceira bateria e, com 10s26, terminou na quinta colocação. Ele ficou a 5 centésimos de alcançar a classificação pelo índice técnico.

A maioria dos favoritos tomou a postura de se poupar na primeira etapa dos 100m rasos. Os jamaicanos Yohan Blake (10s00) e Asafa Powell (10s04) e o norte-americano Tyson Gay (10s08) também venceram suas séries sem grande esforço.

O melhor tempo da eliminatória ficou com o norte-americano Ryan Bailey, com 9s88. Outro representante dos Estados Unidos, Justin Gatlin também brilhou na prova, com 9s97.

Ainda assim, todos os tempos permanecem longe dos recordes de Usain Bolt. A melhor marca mundial é de 9s58, obtida em 2009 na cidade de Berlim (Alemanha). Ele também desfruta do recorde olímpico de 9s69, batido na edição passada dos Jogos, em Pequim.

Aliás, o desempenho de Bolt gera grande expectativa na Olimpíada. O jamaicano chegou a Londres sob questionamentos de contusões e das derrotas nas seletivas jamaicanas para Yohan Blake.

A semifinal dos 100m rasos será disputada na manhã deste domingo. Serão três séries para a definição de oito finalistas.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade