CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Atual campeão, espanhol Samuel Sanchez fica fora de Londres-12

Samuel Sanchez, atual detentor do título olímpico do ciclismo de estrada, anunciou nesta quinta-feira que vai ficar fora das Olimpíadas de Londres. O espanhol sofreu algumas fraturas na oitava etapa do Tour de France 2012 e não vão conseguir se recuperar a tempo de disputar a maior competição esportiva do mundo. O substituto do ciclista […]

Por Da Redação Atualizado em 17 out 2021, 10h28 - Publicado em 19 jul 2012, 19h33

Samuel Sanchez, atual detentor do título olímpico do ciclismo de estrada, anunciou nesta quinta-feira que vai ficar fora das Olimpíadas de Londres. O espanhol sofreu algumas fraturas na oitava etapa do Tour de France 2012 e não vão conseguir se recuperar a tempo de disputar a maior competição esportiva do mundo.

O substituto do ciclista da equipe Euskaltel será Jonathan Castroviejo, da Movistar. Para que a troca seja oficializada, ainda falta a aprovação do Comitê Olímpico Espanhol (COE). Alejandro Valverde, Luis Leon Sanchez, Francisco Ventoso, Jose Joaquin Rojas e, agora, Jonathan Castroviejo formam a equipe espanhola do ciclismo na capital inglesa. Jose Joaquin Rojas também tem a participação ameaçada, pois também se lesionou no Tour de France, saindo do torneio com uma fratura na clavícula. Se ele também não puder participar dos Jogos Olímpicos, Juan Antonio Flecha, da Sky, seria o ciclista que iria ficar com a vaga.

‘Apesar de estar em boa forma física, ele ainda sente bastante dor na mão e no ombro. Ele não estava conseguindo segurar o guidão e mudar as marchas, e poderia ser perigoso numa prova. Por isso decidimos que ele não vai para Londres’, afirmou o técnico do ciclismo espanhol, José Luis de Santos.

O próprio Samuel Sanchez também lamentou ficar fora das Olimpíadas. ‘Essa é a decisão mais dolorosa que tive que tomar no esporte’, confessou. ‘Eu sou o campeão olímpico e gostaria de defender a medalha que mudou minha vida… mas no ciclismo é importante ser forte e continuar caminhando’, continuou Sanchez. ‘Competir neste estado seria um perigo para a mim e minha equipe. Tenho que olhar para frente. Há, ainda, muitos desafios, e a primeira coisa é se recuperar totalmente para enfrentá-los em boas condições e com motivação’, finalizou.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês