CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Atlético-MG bate Inter, vence a 5ª seguida e segue líder

Por Marcelo Portela Belo Horizonte – Cada vez mais embalado no Brasileirão, o Atlético Mineiro fez mais uma vítima nesta quarta-feira. Jogando no Estádio Independência, o time de Cuca derrotou o Internacional por 3 a 1, alcançou a quinta vitória seguida e assegurou a liderança isolada do campeonato. Guilherme, Leonardo Silva e Escudero foram os […]

Por Da Redação 19 jul 2012, 00h03

Por Marcelo Portela

Belo Horizonte – Cada vez mais embalado no Brasileirão, o Atlético Mineiro fez mais uma vítima nesta quarta-feira. Jogando no Estádio Independência, o time de Cuca derrotou o Internacional por 3 a 1, alcançou a quinta vitória seguida e assegurou a liderança isolada do campeonato. Guilherme, Leonardo Silva e Escudero foram os autores dos gols anfitriões.

O resultado deixou o Atlético, que não acumulava cinco vitórias seguidas desde 1997, com 25 pontos, dois acima do Vasco, que venceu o São Paulo no Morumbi. Já o Inter, que lutava por uma vaga no G4, caiu para a 8ª posição, com os mesmos 16 pontos do tricolor paulista.

No próximo sábado, o Atlético vai a Recife para enfrentar o Sport na Ilha do Retiro. O Inter jogará no domingo, contra o Atlético-GO, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

O JOGO – O time gaúcho entrou em campo retraído e viu o Atlético rapidamente assumir o controle do jogo. Durante quase todo o primeiro tempo, o arqueiro alvinegro ficou praticamente assistindo à partida, sem muito o que fazer. Mesmo assim, o time da casa sentiu falta de um homem para armar as jogadas na frente. Ronaldinho Gaúcho ainda tentou criar algumas oportunidades com Bernard, mas os lances não tinham sequência e as finalizações saíram de longe, sem assustar o goleiro Muriel.

Aos 37 minutos do primeiro tempo, no entanto, o Inter facilitou a vida dos anfitriões. D’Alessandro, que voltava ao time depois de cumprir suspensão, fez uma falta dura em Leandro Donizete. Quando o árbitro mostrou o cartão amarelo, o argentino ficou revoltado, esbravejou e foi expulso de campo. O meia tinha sido o autor da única jogada de perigo do Inter na etapa inicial: uma cobrança de escanteio que quase resultou em gol olímpico.

Com um a menos em campo, os visitantes se fecharam ainda mais para impedir o avanço atleticano, que encontrou problemas para superar a defesa. Já nos acréscimos, porém, Ronaldinho conseguiu limpar a defesa adversária e tocou para Guilherme na entrada da área. O atacante bateu cruzado de canhota e acertou a trave. A bola bateu nas costas de Muriel e entrou.

O técnico Dorival Júnior mexeu no intervalo para tentar acordar o time, mas inicialmente, as alterações quase não afetaram o panorama do jogo. Rapidamente, o Atlético voltou a ter o domínio da partida e pressionou até que Danilinho, aos 15 minutos, rolou na área para o zagueiro Leonardo Silva, que mandou no ângulo, sem chance de defesa para Muriel.

Dorival mexeu novamente e pôs Mike no lugar de Otávio, mas foi o próprio time alvinegro que relaxou a marcação e, quatro minutos após o segundo gol, Fred aproveitou cruzamento e diminuiu para os visitantes na segunda finalização do Inter. O Atlético sentiu o golpe e o visitante percebeu. Começou a pressionar e marcar a saída de bola dos donos da casa.

O Inter ainda fez algumas jogadas de perigo, principalmente como Jajá, mas, empurrado pela torcida que lotou a arena, o Atlético encontrou espaço, voltou ao ataque e, mais uma vez nos acréscimos, Bernard passou para Escudero, que invadiu a área, bateu forte e fechou o placar. “A gente tem que trabalhar para quando aparecer a oportunidade a gente aproveitar. E isso aconteceu hoje”, comemorou Leonardo Silva.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 3 x 1 INTERNACIONAL

Atlético-Mg – Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Leandro Donizete, Pierre (Fillipe Soutto), Danilinho (Escudero), Ronaldinho Gaúcho e Bernard; Guilherme (Leleu). Técnico: Cuca.

INTERNACIONAL – Muriel; Edson Ratinho, Bolívar, Índio e Fabrício; Elton, Guiñazu, Lucas Lima (Fred) e D’Alessandro; Otávio (Mike) e Dagoberto (Jajá). Técnico: Dorival Júnior.

GOLS – Guilherme, aos 46 minutos do primeiro tempo. Leonardo Silva, aos 15, Fred, aos 19, e Escudero, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pierre, Réver e Marcos Rocha (Atlético-MG); Dagoberto e Guiñazu (Inter).

CARTÃO VERMELHO – D’Alessandro (Inter).

ÁRBITRO – Marcelo Aparecido de Souza (SP).

PÚBLICO E RENDA – Não divulgados.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês