CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Atlético-GO bate Figueirense por 3 a 2 e conquista primeira vitória

Em partida disputada entre duas equipes que ocupam a parte de baixo da tabela e ambas vindo de derrotas na última rodada, Atlético-GO e Figueirense se enfrentaram, na noite desta quinta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), e o Atlético conseguiu conquistar a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, vencendo por 3 a 2, […]

Por Da Redação Atualizado em 17 out 2021, 03h51 - Publicado em 19 jul 2012, 22h58

Em partida disputada entre duas equipes que ocupam a parte de baixo da tabela e ambas vindo de derrotas na última rodada, Atlético-GO e Figueirense se enfrentaram, na noite desta quinta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), e o Atlético conseguiu conquistar a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, vencendo por 3 a 2, em jogo com três gols de pênalti.

O Figueirense foi quem saiu na frente, com gol de Caio, aos 22 minutos da etapa inicla, em cobrança de penalidade máxima. O Atlético-GO virou o jogo, com Márcio, aos 37, também de pênalti, e Felipe, aos 14 do segundo tempo. Caio apareceu novamente e, aos 16 da etapa final, novamente em cobrança da marca de cal empatou o jogo. Joilson fez o gol da vitória do Dragão.

Com o empate, o Atlético-GO vence a primeira em dez partidas disputadas no Campeonato Brasileiro, subindo para cinco pontos (uma vitórria, dois empates e sete derrotas), mas segue na lanterna isolada. Já o Figueirense entra na zona da degola, com oito pontos no campeonato (uma vitória, cinco empates e quatro derrotas).

No próximo domingo, às 16h, o Atlético-GO viaja para Porto Alegre onde enfrenta o I nternacional, no estádio Beira Rio, tentando conseguir o primeiro resultado positivo no torneio. No mesmo horário, o Figueirense recebe o São Paulo, no Orlando Scarpelli, buscando se afastar das últimas posições da tabela.

O jogo – A partida não teve muitos lances de perigo nos instantes iniciais. Jogando em casa, o Atlético-GO se mantinha mais com a posse da bola, mas o Figueirense chegava ao ataque de forma mais contundente.

Aos cinco minutos de confronto, Eron fez tabela com Felipe, em jogada pelo meio da área, mas a zaga do Figueirense evitou o lance de perigo do time da casa.

Aos 12, Bida arriscou o arremate de fora da área, mas a bola desviou e foi pela linha de fundo. Os mandantes ensaiavam uma pressão sobre a equipe de Santa Catarina. Quatro minutos mais tarde, outra chance para o Atlético. Vanderlei recebeu na entrada da área e chutou de perna esquerda, mas a bola foi longe, por cima do gol.

Wesley sofreu falta de Pablo, quando o relógio marcava 18 minutos. O goleiro Wilson, cobrador oficial da equipe de Goiânia, bateu colocado, no ângulo esquerdo de Wilson, que fez grande intervenção e evitou que o placar saísse do zero.

Até que aos 22 minutos de jogo, a equipe catarinense teve boa ação ofensiva. Caio recebeu passe e, ao tentar driblar o goleiro Márcio, foi derrubado: pênalti para o Figueira. O mesmo jogador que sofreu a penalidade máxima cobrou rasteiro no canto esquerdo, sem nenhuma chance para o goleiro, e abriu o placar no Serra Dourada. Caio, 1 a 0 Figueirense.

Aos 37 minutos, foi a vez do Atlético-GO ter um pênalti a seu favor. Fabiano Silva segurou Pituca após cobrança de escanteio. Como é habitual, o goleiro Márcio saiu de sua meta, se dirigiu até a marca da cobrança e bateu rasteiro, com perfeição. Wilson de um lado, bola do outro. 1 a 1 em Goiânia.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

No último lance da primeira etapa, aos 46 minutos, Guilherme Santos recebeu lançamento e mandou por cobertura. A bola bateu no travessão e evitou que os visitantes fossem para os vestiários em vantagem.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Felipe cobrou escanteio e Pituca, de cabeça, quase colocou os donos da casa em vantagem.

Aos 12, Almir bateu colocado da entrada da área e a bola passou muito perto da trave. Quase que o time catarinense volta a liderar o placar.

Aos 14 minutos, Pituca deu passe para Felipe, que cortou para o meio de bateu de esquerda, sem muita força. Porém, a bola desviou na zaga e tirou qualquer chance de reação do goleiro Wilson. Atlético-GO na frente do marcador: 2 a 1.

Mas a alegria do torcedor presente no Serra Dourada durou pouco. Aos 16 minutos, Caio foi segurado por Marcos na área. Mais um pênalti para o Figueirense. Ele mesmo se encarregou da cobrança e, batendo forte no meio do gol, fez o seu segundo no jogo e deixou tudo igual novamente: 2 a 2.

Aos 25, Joilson cortou para a esquerda e deu forte finalização, mandando a bola na trave.

Márcio teve que aparecer bem, aos 36 minutos. Após confusão na área atleticana, o goleiro saiu e ficou com a bola, afastando o perigo.

Joilson mostrou que entrou mesmo bem no jogo e, aos 38 minutos da etapa final, colocou os mandantes novamente à frente no placar. O jogador do Atlético-GO bateu da entrada da área e marcou o terceiro gol do Dragão: 3 a 2.

Três minutos depois do gol, o goleiro Márcio apareceu bem e defendeu forte chute de Almir, salvando o Atlético de sofrer o empate.

O Figueira foi desesperadamente ao ataque nos minutos finais, tentando buscar o empate, mas a vitória do Atlético estava selada. A primeira no Campeonato Brasileiro.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês