CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Argentina e Bélgica buscam rara vaga na semifinal

Messi, pela Argentina, e goleiro Courtois, pela Bélgica, carregam esperanças de suas equipes em Brasília

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 14h50 - Publicado em 5 jul 2014, 08h18

Em busca da vaga nas semifinais, Argentina e Bélgica jogam às 13 horas deste sábado em Brasília atrás de um resultado que nenhuma das duas seleções obtém há décadas. Ganhando a Argentina, será a primeira ida às semi desde 1990, quando a equipe ainda contava com Diego Maradona. A Bélgica atingiu a zona dos quatro primeiros da Copa uma única vez, em 1986, quando foi vencida pela própria Argentina.

Leia também:

Itaquerão teve 282 cadeiras quebradas no jogo de terça

Torcedor violento argentino comemora entrada no Itaquerão

Torcedor de 64 anos morre durante Argentina x Suíça

Messi não acredita numa final entre Brasil e Argentina

A novidade na seleção argentina é o atacante Agüero. Recuperado de lesão na coxa, ele estará à disposição do técnico Alejandro Sabella no banco de reservas. A única mudança confirmada na equipe que ganhou da Suíça na prorrogação é a entrada do lateral-esquerdo Basanta no lugar do suspenso Rojo. Há também a possibilidade da entrada do zagueiro Demichelis. O ataque será composto pela segunda vez por Di María, Messi e Higuaín. “Precisaremos muito deles porque a Bélgica tem um dos melhores goleiros do mundo”, disse Sabella sobre Thibaut Courtois, goleiro que defende também o Atlético de Madri.

Courtois disputou 21 partidas pela Bélgica e jamais perdeu. “Sei como parar Messi. Já o venci pelo Atlético”, falou.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Leia também:

Veja os melhores momentos de Bélgica x EUA

Técnico da Bélgica quer esticar trajetória iniciada em 2002

Siga no Instagram: uma seleção de fotos exclusivas em @vejanoinsta

O vencedor do encontro entre Argentina e Bélgica enfrentará o ganhador de Holanda e Costa Rica, que jogam às 17 horas deste sábado em Salvador.

Nova invasão – Apoiada por grande número de torcedores em todos os jogos desta Copa, a Argentina terá a presença de 60.000 (previstos pela embaixada da Argentina em Brasília) a 100.000 (calculados pelas autoridades brasileiras) torcedores em Brasília neste sábado.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade