CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Após 56 anos, rivais voltam a decidir juntos o título do Campeonato Paulista

Dois dos maiores clubes do Brasil, Palmeiras e Santos disputam um jogo histórico neste domingo. Os rivais não se encontram em uma final desde o Campeonato Paulista de 1959, que se encerrou já nos primeiros dias de 1960. O jogo que sacramentou o título estadual do Palmeiras aconteceu no dia 10 de janeiro de 1960, […]

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 20h58 - Publicado em 26 abr 2015, 10h08

Dois dos maiores clubes do Brasil, Palmeiras e Santos disputam um jogo histórico neste domingo. Os rivais não se encontram em uma final desde o Campeonato Paulista de 1959, que se encerrou já nos primeiros dias de 1960.

O jogo que sacramentou o título estadual do Palmeiras aconteceu no dia 10 de janeiro de 1960, na esteira de outros dois confrontos. O Estadual foi disputado em pontos corridos e os dois times somaram 63 pontos.Depois de um empate por 1 a 1, em que Pelé e Zequinha marcaram, mais duas partidas foram necessárias para decidir o título, ambas no estádio do Pacaembu, em São Paulo. No primeiro, 2 a 2 com Pepe marcando duas vezes para o time da Baixada Santista e Getúlio (contra) e Chinesinho anotando para o clube alviverde.

“Marcou bastante para mim o segundo jogo porque consegui fazer duas vezes, de pênalti, mas o time do Palmeiras era muito bom e nosso grande adversário. Naquele momento, Corinthians e São Paulo não tinham vez”, lembrou Pepe, o Canhão da Vila.

Até que na terceira partida, finalmente um vencedor. O Santos abriu o placar com Pelé, mas o Palmeiras mostrou muita força e conseguiu uma incrível virada, com gols de Romero e Julinho Botelho, sagrando-se campeão paulista após oito anos sem taça. “O time do Santos era muito bom e não era só o Pelé. O que o Pepe chutava era um absurdo. É que nosso time também era espetacular”, lembrou o ex-goleiro Valdir de Moraes.

Santos e Palmeiras tinham vários jogadores na seleção brasileira e paulista – que deixou de existir – e eram os protagonistas do futebol brasileiro. “O futebol mudou muito, mas espero um grande jogo”, diz Pepe.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês