CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Após 15 anos, Espanha revê a Nigéria – e quer dar o troco

No único duelo entre as duas seleções, na Copa do Mundo da França, triunfo dos africanos abreviou campanha da Fúria – que caiu logo na fase de grupos

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 10h03 - Publicado em 23 jun 2013, 07h53

Memória das Copas

Uma vitória da Espanha contra a Nigéria na Arena Castelão, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), representará para os europeus muito mais do que a simples garantia da liderança do primeiro lugar do Grupo B da Copa das Confederações. Bater os africanos significará também livrar-se de um espinho entalado na garganta há exatos quinze anos, quando as Super Águias viraram o placar por duas vezes para derrotar a Fúria por 3 a 2 na estreia da Copa do Mundo da França. O duelo de Nantes foi a única partida da história entre as seleções – e acabou sendo determinante para sepultar as esperanças espanholas de conquistar seu primeiro Mundial. O time comandado por Javier Clemente empatou com o Paraguai e goleou a Bulgária, mas não conseguiu se classificar para as oitavas de final, voltando vexatoriamente para casa logo depois da fase de grupos. Já a Nigéria, treinada pelo veterano Bora Milutinovic, classificou-se na ponta do grupo e era considerada uma das sensações do Mundial. Mas, assim como já acontecera na Copa de 1994, os africanos não corresponderam às expectativas: foram massacrados pela Dinamarca por 4 a 1 nas oitavas e logo tiveram de voar para casa.

Copa das Confederações
Copa das Confederações VEJA
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês