ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Anelka nega acordo com Atlético-MG: ‘Não assinei nada’

Em vídeo, jogador francês assegura que não jogará pelo clube mineiro

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 20h28 - Publicado em 16 abr 2014, 11h44

Um dia após o Atlético-MG anunciar que descartou a contratação de Nicolas Anelka – alegando ter cancelado um acordo firmado com o atacante francês por causa da demora do jogador em se apresentar no Brasil -, o próprio atleta se pronunciou nesta quarta-feira para negar sua transferência. Em vídeo publicado em seu perfil no Facebook, gravado no último dia 8, o atleta de 35 anos admitiu que recebeu uma proposta do Atlético, via um agente, e negou que tenha conversado com o presidente da equipe, Alexandre Kalil, ou qualquer outro membro da diretoria.

Leia também:

Atlético-MG aguarda chegada de Anelka, eterna promessa

As poucas contratações que ainda podem movimentar o Brasileirão

Na última terça à noite, o Atlético alegou que Anelka não respeitou o prazo limite firmado para a sua apresentação, que seria segunda-feira, e também não deu satisfações ao clube. O diretor de futebol Eduardo Maluf disse que o atacante deveria ter se apresentado na semana passada, mas ele teria dito que teve um problema com seu passaporte e por isso não conseguiu deixar o Kuwait, onde participou de um encontro religioso.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

https://youtube.com/watch?v=_0sqJ6BgqAE%3Frel%3D0

Vídeo – Ex-jogador de Arsenal, Real Madrid, Liverpool, Manchester City, Chelsea, Paris Saint-Germain e Juventus, entre outros, Anelka fez uma retrospectiva dos acontecimentos em seu vídeo. “Sou obrigado a fazer um vídeo hoje (8 de abril), porque tenho visto o que está acontecendo, no que diz respeito às notícias sobre mim. E como eu sei que vocês, a imprensa, de coração, vão tentar me colocar como o cara mau dessa história… Então, hoje é terça, e eu, supostamente, sou esperado quinta-feira (10 de abril) no Brasil, porque eu supostamente fechei um acordo com um clube brasileiro. Eu também, supostamente, assinei com o clube. Esta é uma história fantástica, porque eu não estou ciente disso.”

Em seguida, Anelka garantiu não ter tido contato com Kalil. “Certamente recebi uma oferta do clube por meu agente, mas nunca falei com o presidente do clube, nunca aceitei a oferta. Eu não sei como assinei esse acordo. É incrível. Estou no futebol há 20 anos e eu nunca tive tal experiência. Mas, obviamente, isso ia acontecer comigo em algum momento… Então, tudo isso para dizer que está errado. É falso. Eu disse recentemente que vou ficar em casa, tirar umas férias, cuidar das minhas crianças. Sei para onde quero ir, e se e continuar jogando não será no Brasil.”

Apesar das alegações de Anelka, o Atlético informou nesta terça-feira que pretende acionar o jogador na Fifa. “Vamos fazer uma representação contra o agente dele. Ele tinha a obrigação de nos confirmar do evento no Kuwait”, declarou Maluf. “Em nenhum momento conseguimos falar com o jogador. Falamos com o procurador, com o agente. A conduta dele mostrou que ele não é profissional.”

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade