CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

A emoção de bater um recorde mundial longevo

A venezuelana Yulimar Rojas, de 25 anos, superou uma marca de 1995

Por Fábio Altman Atualizado em 23 set 2021, 18h15 - Publicado em 1 ago 2021, 18h09

Os recordes mundiais do atletismo são celebrados com euforia e comoção nos estádios olímpicos. É uma pena a vastidão silenciosa ter acompanhado um dos feitos mais espetaculares dos Jogos de Tóquio. A atleta venezuelana Yulimar Rojas, de 25 anos, que fora prata no Rio, em 2016, no salto triplo, desta vez ganhou o ouro, superou a marca olímpica e, de quebra, atingiu a maior distância da história. Ela superou uma marca mundial estabelecida há 26 anos, em 17 centímetros. Cravou em sua última tentativa 15m67. Virou a página da ucraniana Inessa Kravets, que fizera 15m50 em 1995.

Venezuela's Yulimar Rojas competes in the women's triple jump final during the Tokyo 2020 Olympic Games at the Olympic Stadium in Tokyo on August 1, 2021. (Photo by Andrej ISAKOVIC / AFP)
O voo de Yulimar Rojas Andrej ISAKOVIC/AFP

O desempenho foi coisa de cinema. Logo no primeiro salto, ele conseguiu bater om recorde olímpico, com 14m40 – onze centímetros a mais do que Françoise Mbango, de Camarões, campeã em Pequim, em 2008. E então, no sexto e derradeiro salto, veio o olimpo. “Saio de Tóquio pela porta da frente, agradecida por esse momento único”, disse a atleta. Em Caracas, houve festa nas ruas. “Quando acordei de manha, imaginei que poderia ser um grande dia”, resumiu Yulimar.

A conquista faz lembrar os mais longevos recordes mundiais individuais do atletismo:

800 metros, de 26 de julho de 1983

Jarmila Kratochvilova (República Checa)

1m53s28

400 metros, de 6 de outubro de 1985

Marita Koch (Alemanha Oriental)

47s60

Arremesso de peso, 7 de junho de 1987

Natalya Lisovskaya (URSS)

22m63

Salto em altura, 30 de agosto de 1987

Stefka Kostadinova (Bulgária)

2m09

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Salto em distância, 11 de junho de 1988

Galina Chistyakova (URSS)

7m52

Lançamento de disco, 9 de julho de 1988

Gabriele Reinsch (Alemanha Oriental)

76m89

100 metros, 16 de julho de 1988

Florence Griffith Joyner (Estados Unidos)

10s49

Heptatlo, 24 de setembro de 1988

Jackie Joyner-Kersee (Estados Unidos)

7 291 pontos

200 metros, 29 de setembro de 1988

Florence Griffith Joyner (Estados Unidos)

21s34

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês