CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Romário, Beckham, Cañizares; relembre atletas que foram cortados da Copa

Em ano de Mundial, lesões, luxações e até perfume de vidro foram vilões de atletas que acabaram de fora do torneio; relembre casos

Por Da redação Atualizado em 25 jun 2022, 10h23 - Publicado em 25 jun 2022, 08h30

Disputar uma Copa do Mundo é o ápice da carreira de qualquer jogador de futebol, mas em alguns casos a ambição é frustrada não por falta de competência, mas por um golpe de azar às vésperas da competição. A grave lesão sofrida pelo zagueiro Robert Arboleda, do São Paulo, no clássico contra o Palmeiras no último dia 23, pode comprometer a chance do atleta de defender o Equador no Mundial do Catar, entre novembro e dezembro. A infeliz lista de jogadores cortados às vésperas do torneio é extensa.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Lesões no joelho e na coxa são os principais vilões para atletas ficarem de fora da Copa do Mundo, mas há também episódios inusitados que custaram caro. Confira, abaixo:

Romário (Brasil) – Copa do Mundo da França em 1998

Os jogadores da Seleção Brasileira, Ronaldo e Romário durante torneio na Arábia Saudita - 22/12/1997
Ronaldo e Romário atuaram juntos pela seleção durante o ano de 1997 Henri Szwarc/Bongarts/Getty Images

Então com 32 anos e já com uma carreira consolidada, Romário protagonizou um dos momentos mais dramáticos da seleção. O atacante havia sofrido uma lesão muscular na panturrilha. A comissão brasileira liderada pelo técnico Zagallo optou por cortar o ‘Baixinho’. O médico Lívio Toledo chegou a dizer que o excesso de futevôlei causou o machucado. O anúncio do corte foi feito em uma entrevista coletiva na França, quando o camisa 11 chorou e protestou contra Zagallo, o auxiliar Zico e companhia afirmando que poderia se recuperar durante o torneio. Ele voltou a jogar pelo Flamengo durante a competição na França. O corte evitou que o Mundial pudesse assistir à dupla entre Ronaldo e Romário, que brilhara no ano anterior. 

Émerson (Brasil) – Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão em 2002

Curiosamente, o convocado para o lugar de Romário em 1998, o meia-campista Émerson passaria por uma situação ainda mais frustrante quatro anos mais tarde. Então capitão da seleção, ele lesionou o ombro enquanto atuava como goleiro em um “rachão” no treino da seleção brasileira, as vésperas da estreia. Foi cortado por Felipão, que chamou Ricardinho em seu lugar. O novo capitão Cafu ergueu a taça do penta.

Emerson chegou a assistir a estreia do Brasil em Ulsan com uma tipoia no braço em 2002
Emerson chegou a assistir a estreia do Brasil em Ulsan com uma tipoia no braço em 2002 Andreas Rentz/Bongarts/Getty Images

Falcão Garcia (Colômbia) – Copa do Mundo do Brasil em 2014

Falcao Garcia, atacante da Colômbia.
Falcao Garcia, atacante da Colômbia ficou de fora da Copa em 2014 Christopher Lee/Getty Images
Continua após a publicidade

O atual atacante do Rayo Vallecano também também ficou de fora de Copa. O astro da Colômbia foi convocado pela seleção cafeteira mesmo com uma lesão no ligamento do joelho e não conseguiu se recuperar a tempo do início do torneio. “Não queria tirar o lugar de um companheiro que esteja 100%. Ou fazer algo contra minha saúde. Era o mais sensato “, disse na ocasião.

Santiago Cañizares (Espanha) – Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão em 2002

Possivelmente o corte mais bizarro da história das Copas. Cañizeres, então destaque do Valencia e titular da Espanha, sofreu uma ruptura do tendão do pé ao tentar evitar que um frasco de perfume caísse no chão. O resultado: precisou passar por uma cirurgia e assistiu à Copa da Ásia na TV. O corte abriu espaço para o jovem e hoje consagrado Iker Casillas.

David Beckham (Inglaterra) – Copa do Mundo da África do Sul em 2010

Aos 34 anos e então jogador do Milan, o astro inglês foi uma das ausências da Copa de 2010. O jogador se machucou sozinho em um lance no fim do jogo pelo clube italiano e rompeu o tendão de Aquiles. Cinco meses de gancho e adeus aquela que seria sua última Copa.

View this post on Instagram

A post shared by David Beckham (@davidbeckham)

Franck Ribéry (França) na Copa do Mundo do Brasil em 2014

Franck Ribery
Franck Ribery foi cortado por lesão nas costas Alex Livesey/Getty Images/VEJA

Eleito o terceiro melhor jogador do mundo em 2013 e um dos principais jogadores da seleção francesa também foi uma das vítimas. Em 2014, Ribéry, em grande fase no Bayern de Munique, ficou de fora da Copa devido a uma lesão na região da lombar.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês