CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Nove craques que ficaram fora da Copa do Mundo do Catar

Todos as 32 seleções participantes foram definidas, com ausências sentidas como o Egito de Salah, a Noruega de Haaland e a Suécia de Ibrahimovic

Por Da redação 14 jun 2022, 17h30

Estão definidas as 32 seleções classificadas para a Copa do Mundo do Catar. A Costa Rica foi a última a garantir vaga, nesta terça-feira, 14, ao bater a Nova Zelândia, em Doha. A 22ª edição do Mundial, que começará em 21 de novembro com Senegal x Holanda, sentirá a ausência de alguns craques internacionalmente prestigiados.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

PLACAR separou uma lista de nove atletas que farão falta no Catar:

  • Mohamed Salah (Egito)
Mohamed Salah com o técnico Carlos Queiroz
EMohamed Salah com o técnico Carlos Queiroz Khaled Desouki/AFP

Um dos melhores atacantes da atualidade não estará presente no Mundial do Catar. A seleção egípcia ficou fora nas Eliminatórias Africanas ao perder nos pênaltis para o Senegal. O atacante do Liverpool isolou sua cobrança por cima do travessão e viu seu companheiro de time, Sadio Mané, selar o triunfo dos Leões. Aos 29 anos, Salah ficou em terceiro lugar no prêmio The Best de Melhor jogador do Mundo e é uma referência para o país, mas não conseguiu levar o Egito à sua segunda Copa seguida.

  • Gianluigi Donnarumma (Itália)
    Bonucci, Morata e Donnarumma dividem durante Itália x Espanha na Euro
    Donnarumma foi destaque da Itália no título da Eurocopa Frank Augstein/Getty Images

    Com 23 anos, o jovem arqueiro italiano é um dos destaques de sua posição, mas caiu em desgraça na reta final da temporada. Depois de falhar feio na eliminação do PSG para o Real Madrid na Liga dos Campeões, o sucessor do lendário Buffon não conseguiu parar o ataque da Macedônia do Norte, em casa, na repescagem. Com isso, o jogador revelado no Milan terá que esperar até 2026 para tentar fazer sua estreia em Mundiais.

  • David Alaba (Áustria)
Jogador David Alaba, acena ao final de amistoso entre Áustria e Malta, no estádio de Woerthersee, na Áustria
David Alaba é a principal estrela da seleção austríaca Johan Groder/AFP

O polivalente jogador do Real Madrid e capitão da seleção austríaca também não conseguiu evitar a eliminação da equipe na repescagem diante do País de Gales, de seu colega de clube Gareth Bale, um dos craques que fará sua estreia em Mundiais. Com isso, Alaba, multicampeão pelo Bayern de Munique e vencedor da última Champions pelo clube espanhol, segue em busca de seu objetivo de levar a Áustria novamente a um Mundial, o que não ocorre desde 1998. Ele terá 33 anos na próxima edição de Copa do Mundo.

  • Erling Haaland (Noruega)
Decepção: com Erling Haaland apagado, Noruega perdeu por 3 a 0 para a Turquia, em Málaga
Decepção: com Erling Haaland lesionado em boa parte da campanha, Noruega ficou em terceiro em seu grupo Quality Sport Images/Focus Features
Continua após a publicidade

Nem mesmo a força e a super pontaria do centroavante Erling Haaland fizeram a seleção norueguesa retornar à Copa do Mundo após 24 anos. Se recuperando de uma grave lesão muscular, o badalado reforço do Manchester City para a temporada ficou afastado por meses dos gramados, tanto do Borussia Dourtmund quanto da seleção, que terminou atrás de Holanda e Turquia em sua chave nas Eliminatórias. Com 21 anos e muito talento distribuído em 1,91m de altura, Haaland é a principal nome da equipe escandinava e terá novas chances no futuro.

  •  Luís Diaz (Colômbia)

    Ivan Piris, do Paraguai, disputa a bola com Luis Diaz, da Colômbia, durante o jogo da Copa América Brasil 2019S – 23/06/2019
    Ivan Piris, do Paraguai, disputa a bola com Luis Diaz, da Colômbia, durante o jogo da Copa América Buda Mendes/Focus Features

Também não será dessa vez que o atacante do Liverpool, que tem arrancado elogios do técnico Jurgen Klopp desde que chegou ao time inglês, em janeiro, estará no Mundial. Diaz foi a revelação e o artilheiro da última Copa América e é a maior promessa da nova geração do futebol colombiano, que terminou na 6ª colocação sem chances de vaga na Copa.

  • Zlatan Ibrahimović (Suécia)

    O sueco Zlatan Ibrahimovic comandou a reação sobre Alemanha, e partida terminou em 4 a 4
    Aos 40 anos, Ibrahimovic se despede de Copa do Mundo Thomas Peter/Reuters/VEJA

O mais famoso jogador sueco participou, ainda jovem, das Copas de 2002 e 2006. Desde então, só decepção e muito falatório. Em 2010 e 2014, a Suécia ficou de fora. Em 2018, o craque havia se aposentado da seleção e até tentou voltar depois de a equipe eliminar a Itália na repescagem, mas acabou preterido. Aos 40 anos, Ibra enfim, retornou ao time, mas participou de apenas alguns minutos na derrota para a Polônia na partida final da repescagem e deu adeus ao seu sonho de estar novamente no grande palco do futebol mundial.

  • Joan Oblak (Eslovênia)
Jan Oblak, destaque da Eslovênia
Jan Oblak, destaque da Eslovênia Srdjan Stevanovic/Getty Images

Goleiro titular da seleção e do Atlético de Madri, Oblak, de 29 anos, também está fora da Copa do Mundo. A modesta seleção da Eslovênia só participou de duas edições do torneio (2002 e 2010). O time terminou atrás de Croácia, Rússia e Eslováquia na fase de grupos das Eliminatórias.

  •  Aubameyang. (Gabão)
Atacante Pierre-Emerick Aubameyang durante jogo da seleção do Gabão, em 2017 -
Atacante Pierre-Emerick Aubameyang durante jogo da seleção do Gabão Gabriel Bouys/AFP

Aos 32 anos, o atacante de destaque do Barcelona – autor de quatro gols em sete jogos- também não estará na Copa do Mundo do Catar. A seleção gabonesa ficou em segundo lugar em sua chave das eliminatórias e acabou eliminada pelo Egito.

  • Robertson (Escócia)
Andy Robertson, capitão da seleção da Escócia
Andy Robertson, capitão da seleção da Escócia Ian MacNicol/Getty Images

O último grande jogador a ficar de fora do Mundial foi o lateral-esquerdo Andy Robertson, titular do Liverpool e capitão da Escócia. Na repescagem europeia, remarcada para junho em razão da guerra no leste europeu, a Ucrânia bateu a seleção escocesa por 3 a 1, em Glasgow. Na sequência, porém, outro lateral de destaque na Premier League, o ucraniano Zinchenko, do Manchester City, também ficou fora, ao perder para o País de Gales de Gareth Bale. Não havia lugar para todas as estrelas.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês