CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Carrasco, Zidane diz que jogou machucado contra o Brasil na Copa de 2006

Ex-meio-campista se recuperava de lesão sofrida diante da Espanha cinco dias antes; 'Tenho um caroço na minha coxa', cita em entrevista ao L'Equipe

Por Da redação Atualizado em 23 jun 2022, 11h49 - Publicado em 23 jun 2022, 11h46

Carrasco da seleção brasileira nas Copas do Mundo de 1998 e de 2006, o ex-meio-campista e agora treinador francês Zinedine Zidane surpreendeu ao expor ter jogado machucado diante do país nas quartas de final do mundial de 2006, na Alemanha. Em entrevista ao jornal L’Equipe em comemoração pelos seus 50 anos, Zidane citou que quase foi vetado pelos médicos devido a uma lesão muscular contra a Espanha, na fase anterior.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Na verdade, eu me machuquei contra a Espanha. Eu me machuquei marcando o terceiro gol no final da partida. Eu tenho um caroço na minha coxa. Quase ninguém sabia”, afirmou Zizou.

Na ocasião, os Bleus venceram os espanhóis por 3 a 1, com o último gol marcado por Zidane aos 45 do segundo tempo. “Fiz exames, e dizem que não vou jogar contra o Brasil… Eu digo: ‘O quê? Está fora de questão que eu não possa jogar contra o Brasil!’”, explicou.

No intervalo entre as partidas, entre 27 de junho e 1º de julho daquele ano, o ex-jogador então com 34 anos teve cinco dias para se recuperar.

Continua após a publicidade

“A equipe médica fez de tudo para eu jogar porque eu queria muito jogar esse jogo. E eu joguei! Cada jogo podia ser o meu último. Eu tinha tanto isso na cabeça que era impossível não jogar contra o Brasil. Eu queria aproveitar cada segundo”, contou.

Autor de dois gols na final de 1998, vencida pela França por 3 a 0, Zidane foi decisivo no reencontro com o Brasil oito anos depois, com a assistência para o gol da vitória marcado por Thierry Henry. Ele também protagonizou uma série de lances plásticos, como um chapéu em Ronaldo Fenômeno, além de ter deixado Gilberto Silva e Lúcio no chão.

Zinedine Zidane, na Copa de 2006, a última de sua carreira
Copa de 2006 foi o último ato de Zidane – Tom Jenkins/Getty Images

Na entrevista, Zizou também falou sobre a polêmica cabeçada no ex-zagueiro italiano Marco Materazzi, na final daquela Copa. Ele disse que sua irmã foi insultada e, por isso, reagiu com a agressão. A Itália acabou se sagrando campeã nos pênaltis em sua última partida profissional da carreira.

Zidane foi expulso após agredir Materazzi na final da Copa de 2006 -
Zidane foi expulso após agredir Materazzi na final do mundial – John Macdougall/Getty Images

Sobre o futuro, também disse que não descartaria a possibilidade de assumir o comando do Paris Saint-Germain e que almeja um dia treinar a seleção francesa.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês