CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Rogério Ceni, a ‘pedra no sapato’ do vitorioso Abel Ferreira no Palmeiras

Ídolo do São Paulo é o treinador brasileiro que mais eliminou o português em competições de mata-mata e tem retrospecto positivo no confronto

Por Guilherme Azevedo 15 jul 2022, 10h14

O São Paulo venceu o Palmeiras nos pênaltis, na última quinta-feira, 14, pelas oitavas da Copa do Brasil. O jogo, que contou com recorde de público no Allianz Parque (41.361 torcedores), terminou em eliminação alviverde da competição e a consolidação de uma rivalidade à beira do campo. Desde que Abel Ferreira chegou ao Brasil, nenhum treinador incomodou tanto o português quanto Rogério Ceni.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Extremamente vitorioso no Palmeiras, Abel se deu pior contra Ceni na maior parte dos duelos. Em dez encontros, o time do português venceu quatro vezes, enquanto o brasileiro ganhou cinco. No único empate entre os técnicos, o ex-goleiro se deu melhor, pois venceu a Supercopa do Brasil de 2021 nos pênaltis, quando treinava o Flamengo.

O título conquistado há pouco mais de um ano voltou à tona após o duelo desta semana, pela Copa do Brasil. Depois de Abel tratar a classificação da última quinta-feira como um “acaso”, Ceni relembrou a Supercopa e respondeu em tom provocativo o colega de profissão: “É a segunda vez que tenho sorte contra ele, né? Pelo Flamengo, eu também tive sorte e fomos campeões da Supercopa. Hoje também a sorte veio, né?”.

Abel Ferreira, em menos de dois anos no cargo do Palmeiras, conquistou cinco títulos. Foram duas Libertadores, uma Copa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e um Campeonato Paulista.

Nessa trajetória, o alviverde perdeu poucos confrontos de mata-mata, sendo quatro finais, além de duas quedas em Copa do Brasil. Dessas seis eliminações, três foram contra técnicos brasileiros, e duas delas contra times de Rogério Ceni, o treinador que mais eliminou o português.

Os números no ano também expressam que Ceni é o maior algoz de Abel Ferreira, apesar da vitória alviverde na final do Campeonato Paulista. Das quatro derrotas do Palmeiras na temporada, duas foram contra o São Paulo, sem contar a volta das oitavas da Copa do Brasil – em que o desfecho foi negativo para o atual bicampeão da Libertadores, mesmo com o triunfo durante os 90 minutos.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês