CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
#TBT Placar Toda quinta-feira, um tesouro dos arquivos de nossas cinco décadas de história

Como o Manchester United encarava o Mundial de 1999 contra o Palmeiras

Em entrevista a PLACAR semanas antes do duelo em Tóquio, zagueiro holandês Jaap Stam disse que conhecia apenas Asprilla do elenco alviverde

Por Da redação Atualizado em 3 fev 2022, 11h42 - Publicado em 3 fev 2022, 08h00

O Palmeiras vive novamente a expectativa de disputar um Mundial de Clubes, que começa nesta quinta-feira, 3, nos Emirados Árabes Unidos. Assim como ocorreu em 1999, ainda no formato de Copa Intercontinental, o clube brasileiro pode voltar a enfrentar na decisão uma equipe inglesa, desta vez o Chelsea, campeão europeu. Há mais de duas décadas, o adversário foi o Manchester United, que se sagraria campeão mundial ao bater o Palmeiras por 1 a 0, em uma final dominada pelo Verdão, em Tóquio.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Na edição de novembro daquele ano, PLACAR entrevistou o zagueiro holandês Jaap Stam, um dos destaques do United, sobre sua expectativa para o duelo. O defensor disse que conhecia apenas o colombiano Faustino Asprilla, com passagem pelo futebol europeu, do elenco palmeirense e deu certo favoritismo aos Diabos Vermelhos ao dizer que “os times ingleses são melhores que as equipes brasileiras”, mesmo numa época em que havia muito mais equilíbrio financeiro.

Relembre, abaixo, a entrevista com Stam:

“Os ingleses são melhores que os brasileiros”

Destaque do Manchester, o zagueiro Stam está confiante para o jogo em Tóquio, mas sabe pouco sobre o Palmeiras

Por Neil Billingham

Ao lado do paraguaio Gamarra e do seu compatriota Frank De Boer, o holandês Jaap Stam é considerado um dos três melhores zagueiros do mundo. Recém-eleito pela Uefa o principal defensor europeu da temporada 1998/99, ele atravessa uma grande fase. Firme nos desarmes e bastante preciso nos cabeceios, deverá ser o principal responsável por conter as jogadas aéreas do Palmeiras na final do Mundial Interclubes. Entretanto, faltando poucas semanas para o jogo em Tóquio, Stam sabe muito pouco sobre os atacantes que irá enfrentar. Do time paulista diz conhecer apenas o colombiano Faustino Asprilla, por enquanto apenas uma mera opção de banco para o técnico Luis Felipe Scolari.

Continua após a publicidade

Comprado pelo Manchester junto ao PSV Eindhoven por 18 milhões de dólares, Stam era o beque mais caro do mundo até o início deste ano. Há alguns meses, porém, foi desbancado pelo jovem defensor argentino Samuel, do Boca Juniors, por quem o Roma pagou quase 23 milhões de dólares. Numa entrevista exclusiva para PLACAR, o agora segundo zagueiro mais valorizado do planeta, e um dos grandes destaques do Manchester United, revela quais são as suas expectativas para a partida contra o Palmeiras no próximo dia 30.

O que você sabe sobre o Palmeiras?
Para ser honesto, muito pouco. Sabemos que é o time campeão da América do Sul e por isso deve ser respeitado. Mas eles não têm muitos jogadores que eu conheça, exceto o Asprilla. Nunca joguei contra ele, e não o tenho visto desde a sua saída do Newcastle, mas sei que é um atacante imprevisível e será difícil marcá-lo.

O Manchester é o favorito para ganhar o jogo de Tóquio?
Eu acho que em geral os times ingleses são melhores que as equipes brasileiras, pois o nosso campeonato é mais forte. Nós temos muitos jogadores bons na Liga, enquanto os melhores atletas do Brasil, como Rivaldo e Ronaldo, atuam nos campeonatos europeus. Mas isso não significa que nós iremos vencer o Palmeiras, pois jogaremos uma partida só. Tudo pode acontecer em 90 minutos.

Hoje, o Manchester está mais forte ou mais fraco do que quando venceu a Copa dos Campeões da Europa?
Nós ganhamos muita confiança com essa vitória, então, de certa forma, estamos mais fortes. Por outro lado, perdemos o Peter Schmeichel, que é um grande goleiro, e você sempre sente a falta de um jogador como ele. Mas, mesmo com uma série de contusões que sofremos nesse início de temporada, estamos indo bem tanto no Campeonato Inglês como na Copa dos Campeões da Europa. Ainda somos uma equipe bastante forte.

Por que os times ingleses nunca venceram o Mundial em Tóquio?
Eu realmente não sei. Essa é uma competição difícil de ganhar porque os adversários são sempre muito fortes. Talvez as condições de temperatura em Tóquio nesta época do ano favoreçam as equipes sul-americanas e não as inglesas (Stam demonstra não saber que no final de novembro, outono no Hemisfério Norte, as temperaturas são baixas no Japão, favorecendo os times europeus e não os sul-americanos).

Para o Manchester, é mais importante ganhar a Copa Intercontinental contra o Palmeiras ou o Mundial Interclubes da Fifa que será disputado no Brasil em janeiro?
Nós queremos vencer ambos os torneios, é claro. Estamos levando muito a sério a partida contra o Palmeiras porque esse é um título que o Manchester nunca venceu e seria bom ganhá-lo. Mas o campeonato no Brasil é tão importante quanto o de Tóquio. Apesar de ser uma nova competição, contará com alguns bons times de todas as partes do mundo. Os dois títulos são de nível mundial e conquistá-los é importante para o currículo de qualquer grande clube.

Ficha técnica
JAAP STAM

Posição: Zagueiro
Idade: 27 anos (17/7/1972)
Local de nascimento: Kampen, Holanda
Altura: 1,90 m
Peso: 86 kg
Jogos pela Seleção Holandesa: 26
Gols: 2
Jogos pelo Manchester: 68
Gols: 1
Clubes: Zwolle (1992 a 1993), Cambuur Leuwarden (1993 a 1995), Willem II (1995 a 1996) e PSV Eindhoven, todos da Holanda (1996 a 1998); Manchester United, da Inglaterra (desde 1998)
Títulos: Campeão da Copa da Holanda (1996) e holandês (1997) pelo PSV Eindhoven; campeão inglês (1999), da Copa da Inglaterra (1999) e da Copa dos Campeões da Europa (1999) pelo Manchester United
Pontos fortes: É um zagueiro forte, firme nos desarmes e excelente nas bolas aéreas
Pontos fracos: Tem a cintura dura demais para marcar jogadores habilidosos e algumas vezes demonstra uma certa lentidão contra atacantes muito rápidos

*Números de jogos e gols pelo Manchester e pela Holanda até 17/10/1999

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês