CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Elas na Área Por Maria Fernanda Lemos e Mariah Magalhães Notícias, entrevistas e reportagens especiais sobre o futebol feminino

Santos denuncia tentativa de suborno e demite funcionário

Presidente Andrés Rueda disse que um profissional do clube tentou manipular resultado para efeito de apostas junto a uma atleta do Red Bull Bragantino

Por Da redação Atualizado em 20 jun 2022, 19h15 - Publicado em 20 jun 2022, 18h20

Uma escandalosa denúncia atingiu o Campeonato Brasileiro feminino nesta segunda-feira, 20. O presidente do Santos, Andrés Rueda, convocou uma entrevista para anunciar que demitiu um funcionário do departamento de futebol feminino sob a acusação de ter tentado subornar uma das atletas do Red Bull Bragantino, antes do empate em 1 a 1 na última partida entre as equipes, válida pela 13ª rodada, no último domingo, 19, na Vila Belmiro. O time de Bragança Paulista confirmou o ocorrido em nota oficial.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“A gente teve um fato lamentável comprovadamente nesse fim de semana, que talvez seja a cabeça de um iceberg do que está acontecendo no nosso futebol. Um funcionário do nosso clube, do futebol feminino, utilizando-se de um intermediário do Bragantino, tentou subornar uma jogadora do Bragantino para arranjar um resultado elástico já no primeiro tempo do jogo para efeito de apostas”, disse Rueda. A pessoa que fez o intermédio entre o funcionário do Santos e a jogadora do Bragantino também foi demitida pelo clube.

O empate manteve o Santos na sexta posição com 10 pontos e o adversário, em 16º lugar, com quatro pontos e já rebaixado. De acordo com Rueda, a jogadora supostamente procurada para receber o suborno logo entrou em contato com o diretor executivo do Red Bull Bragantino, Tiago Scuro, e relatou o ocorrido.

“A alegação é de que o Bragantino já estava eliminado. A jogadora prontamente recusou a proposta e comunicou seus superiores, que têm uma relação muito forte com o Tiago Scuro, apresentando inclusive provas materiais, prints de conversas”, explicou Rueda. “Tão logo chegou ao nosso conhecimento, junto com o Tiago, que é o CEO do Bragantino, a gente tomou algumas providências. Providências que tomamos de imediato: demissão por justa causa de todos os envolvidos. Oficiamos imediatamente a CBF, colocando as provas, os prints“, completou ele.

O presidente do clube do litoral paulista ainda revelou outra situação durante a partida que o deixou intrigado e o fez levantar suspeitas de envolvimento da arbitragem no esquema. Andrés Rueda disse que um funcionário do clube teria entregado um envelope nas mãos da quarta árbitra da partida minutos antes de a partida começar, mas não sabia o que tinha dentro do envelope.

“Tem uma passagem inclusive do início do jogo, um negócio no mínimo esquisito, um funcionário dando supostamente um envelope para a quarta árbitra na frente da juíza, que tem de ser investigado. Avisamos a CBF. Abrimos um B.O. para apuração criminal dos fatos e estamos preparando todo um material para encaminhar para o Ministério Público. Não ficaremos contentes enquanto não apurarmos toda a podridão”, disse ele.

Continua após a publicidade

Em trecho de vídeo postado por Lucas Musetti, setorista do Santos no portal Uol, é possível ver o exato momento em que o suposto envelope é entregue para a quarta árbitra Adeli Mara Monteiro. Segundo o jornalista, o funcionário demitido é o preparador de goleiras Fabrício de Paula, informação que ainda não foi confirmada oficialmente pelo Santos. “Está sob investigação. Eu prefiro não tornar público agora para não atrapalhar”, disse Rueda durante a coletiva.

“É um fato que aconteceu no jogo. Eu não quero ser leviano. Aparece o envelope. Tem de ser investigado, porque é uma atitude completamente estranha: antes de o jogo começar, ir lá e entregar um envelope. Isso nos fez pensar para onde está indo nosso futebol. A gente pede investigação em todas as séries do futebol brasileiro para apurar se os erros são erros. Eu sempre falo que errar e acertar faz parte da vida, mas quando um erro deixa de ser um erro fica complicado. É uma situação muito grave para o futebol”, disse Rueda.

Andrés Rueda diz que o ocorrido pode ser a
Andrés Rueda diz que o ocorrido pode ser a “cabeça do iceberg do que esta acontecendo no futebol” – Santos Futebol Clube/Divulgação

O preparador de goleiras Fabrício de Paula, negou a tentativa de suborno ao Uol. “Já mandei tudo para o meu advogado. Mas já te garanto que entreguei uma capa de chuva para a Adeli. E sobre a atleta, foi uma confusão de interpretações. Estarei sempre aberto para esclarecimentos, até porque o Santos me demitiu sem ao menos me ouvir”, declarou ele.

Em nota, clube de Bragança confirmou a versão de Rueda. “O Red Bull Bragantino vem a público para, infelizmente, confirmar as alegações de assédio a uma das nossas jogadoras antes da partida contra o Santos, pelo Brasileirão Feminino. A atleta da nossa equipe foi contatada, por meio de mensagens, com uma proposta de suborno para combinação de determinado resultado. A jogadora prontamente recusou e informou aos superiores, que se certificaram em manter a lisura do jogo e encaminharam a denúncia a nossa diretoria. Assim que cientes, tomamos todas as medidas internas, entramos em contato com o Santos para apresentar as provas do acontecido, e os dois clubes entregaram o material às autoridades competentes. Lamentamos que esse tipo de assédio aconteça em nosso futebol e vamos trabalhar para coibir qualquer atitude que manche a integridade do esporte.”

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês